BrasilCulturaTech

No Brasil, 97% do público consome streamings de vídeo e Netflix é a queridinha da galera

Por outro lado, TV paga perdeu 364.400 assinantes em 2017 no país

por Soraia Alves

Omelete Group, em parceria com o Ibope Conecta, realizou a 5ª edição da pesquisa Geek Power, que aponta o crescimento no uso de serviços de streaming de vídeo e queda nas assinaturas de TV paga.

Em 2017, 97% do público afirma usar algum serviço de streaming de vídeo. A Netflix aparece como queridinha, sendo utilizada por 91% do público. Em segundo aparece o YouTube, com 80% e a HBO Go em terceiro, com apenas 13%.

A maioria das pessoas escolhe um serviço de streaming pelo preço (76%), mas a escolha de acordo com o catálogo oferecido não fica muito atrás (71%). As pessoas que optam por serviços que ofereçam mais lançamentos e conteúdos originais é de 56%.

O consumo de TV por assinatura caiu de 73%, em 2014, para 68% em 2017.

Para Marcelo Forlani, diretor de marketing do Omelete Group, o que tem levado muita gente a questionar se ainda vale a pena manter a TV paga é a necessidade de reduzir custos, aliada à maior oferta de serviços de streaming. “O consumidor está cada vez mais exigente e quer conteúdo de qualidade com bom preço.”, analisa o diretor.

Em números, a queda no consumo de TV paga foi de 364.400 assinantes no ano.