Nova campanha quer que você reflita sobre a quantidade de tempo que fica online

“Desliga a TV e vá ler um livro”, versão 2018?

por Pedro Strazza

A questão da leitura é de fato importante nos dias de hoje, muito porque nem todos podem se dar ao luxo de dedicar um período semanal aos livros e a média de publicações lidas no ano em alguns países não chegue a 5. Já se questionar o porquê disto acontecer pode levar a algumas situações constrangedoras, como gente que começa a questionar outros hábitos da população para fazer elas voltarem suas atenções aos livros, denegrindo outras atividades culturais em prol de uma mais tradicional e supostamente “superior”.

Nessas situações, a culpa parecia sempre recair no passado à televisão – que inclusive virou vítima de inúmeras campanhas no nível “desligue a sua TV e vá ler um livro” -, mas nos dias de hoje os grandes “vilões” são as redes sociais e a internet, cuja fórmula viciante leva inúmeras pessoas a gastar mais da metade de sua rotina em seus ambientes virtuais. Tanto que uma agência de publicidade na Romênia decidiu criar uma campanha para fazer o público confrontar sua dedicação compulsória ao Facebook, Twitter e afins.

A agência no caso é a Friends\TBWA of Bucharest, que esta semana lançou a “Read Something Better” para promover a editora Black Button Books. A campanha funciona pela evidência do tempo desperdiçado nas redes: os dois comerciais de um minuto que servem de carro-chefe ao marketing mostram pessoas em cenários confortáveis lendo livros colossais, cujo conteúdo não é nada menos que hashtags do Instagram e descrições de postagens do Facebook. Confira as duas peças abaixo.

Além dos vídeos, “Read Something Better” ainda conta com três cartazes estampados pelos livros citados nos comerciais. Além do “The Insta Hashtag Compendium” (algo como “O Compêndio de Hashtags do Insta” em português) e o “The Big Book of Faces or how to read nothing 8 hours a day” (“O Grande Livro de Rostos ou como ler nada 8 horas ao dia”), há também a versão do Twitter para a brincadeira, o “Tweets for Thought – 280 characters to admire and forget” (“Tuítes por pensamento – 280 caracteres para se admirar e esquecer”).

De acordo com uma declaração dada pela agência ao Little Black Book Online, a campanha foi criada para ajudar a melhorar os índices de leitura romenos. “A Romênia tem um dos percentuais de leitura por pessoa mais baixos do mundo, então juntos de nossos clientes, Black Button Books, uma publisher independente, nós decidimos tentar fazer algo diferente para encorajar as pessoas a ler mais… e melhor.” diz na resposta ao veículo.

É uma meta bonita de fato, mas não deixa de ser um tanto ridículo que em pleno 2018 tenha gente querendo que você desligue o celular e vá fazer algo “melhor” do seu tempo.

Compartilhe: