Uniforme da Nigéria para a Copa do Mundo quebra recordes só na pré-venda

Com homenagem às seleções de 1994 e 1996, camisa da seleção nigeriana já ultrapassou números de venda de grandes clubes como o Manchester United

por Pedro Strazza

A Nigéria pode não ser nem de perto uma das seleções favoritas a levar a Copa do Mundo deste ano, mas sem dúvida já está partindo para a Rússia com o melhor uniforme desta edição. Isto pelo menos é o que diz a internet e a pré-venda da camisa do time no mercado, cujos números já superaram até dos times celebrados na liga inglesa.

Anunciada em fevereiro deste ano em um evento que também revelou o design da vestimenta da seleção inglesa, o uniforme nigeriano para a Copa vem chamando bastante atenção nas redes sociais por conta das homenagens que realiza em seu visual, que incluem reverências tanto ao “dream team” nacional que levou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 1996 (nas cores da insígnia da federação) quanto à primeira geração do país a disputar o principal torneio de futebol, com seu design em tiras sendo idêntico ao da seleção que participou da Copa de 1994. O jornal britânico The Sun conseguiu um comparativo entre os uniformes de 1994 e 2018, que você confere abaixo.

Mas o manto nigeriano até o momento só foi entregue a um pequeno grupo de jogadores e celebridades, permanecendo na pré-venda ao restante do grande público até o dia de hoje, quando ela começará a ser comercializada nas lojas oficiais da Nike. O número de consumidores interessados na vestimenta, porém, surpreendeu analistas e a própria fabricante: de acordo com a Federação de Futebol da Nigéria (NFF), mais de três milhões de camisas da seleção foram pedidas só na pré-venda realizada pela Nike, um número que não só ultrapassa a concorrência representada nos outros países africanos presentes no torneio como também supera as estatísticas de clubes como o Manchester United, que em 2016 se tornou o time com maior número de uniformes vendidos com seus “parcos” 2,85 milhões de camisas distribuídas.

O sucesso, entretanto, vem acoplado a um gosto amargo, pois sendo vendida a 85 dólares pela Nike a camisa possui um preço que é inalcançável a grande parte da população nigeriana, se tornando um objeto popular apenas entre os ricos do país e os admiradores do exterior. Os mercados periféricos vem dando um jeitinho de uniformizar a torcida nacional: de acordo com a revista Época Negócios, as versões piratas do produto estão à venda nas lojas da região por pouco mais de 20 dólares, um preço bem mais acessível aos torcedores em condições mais difíceis.

Confira abaixo as imagens oficiais dos dois uniformes da Nigéria na Copa do Mundo 2018:

Compartilhe: