fbpx
handmaids-argentina-b9

Manifestantes se vestem de “The Handmaid’s Tale” em passeata pró-aborto na Argentina

Apesar de ser legalizado na Argentina, o aborto vem sendo dificultado por juízes e médicos

por Matheus Fiore

Em Buenos Aires, um grupo de manifestantes vestiu mantos vermelhos e chapéus brancos em uma marcha pró-aborto. As roupas são uma alusão à série “The Handmaid’s Tale”, série vencedora do Emmy que retrata um futuro distópico onde um grupo fundamentalista religioso transforma o mundo em um pesadelo de subjugação de mulheres.

Os manifestantes marcharam em silêncio com as cabeças inclinadas pelas ruas da capital argentina até chegarem ao prédio do Congresso. Sob chuva forte, uma delas leu uma carta da escritora de “The Handmaid’s Tale”, Margaret Atwood, que apoia o esforço liderado por grupos feministas argentinos.

“Ninguém gosta de aborto, mesmo quando seguro e legal. Não é o que qualquer mulher escolheria para um momento feliz no sábado à noite. Mas ninguém gosta de mulheres sangrando até a morte no chão do banheiro de abortos ilegais também. O que fazer? ”, Escreveu o autor canadense na carta.

A Câmara dos Deputados argentina aprovou recentemente um projeto de lei que legalizaria o aborto eletivo nas primeiras 14 semanas de gravidez. A medida deve ser votada pelo Senado em 8 de agosto. O presidente Mauricio Macri disse que, apesar de se opor ao aborto, ele não iria vetar o projeto se fosse aprovado.

A Argentina agora permite o aborto em casos de estupro ou riscos para a saúde da mulher. Mas os defensores dizem que os médicos e juízes costumam impedir as mulheres de realizá-las. Um relatório de 2016 do Ministério da Saúde da Argentina estimou que entre 370.000 e 522.000 mulheres argentinas sofrem abortos ilegais a cada ano e milhares são hospitalizadas por complicações. É a principal causa da morte materna no país.

“Não desvie o olhar das milhares de mortes todos os anos de abortos ilegais. Dê às mulheres argentinas o direito de escolher! ”Atwood disse a Michetti no Twitter.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link