CR7-Nike

Nike e EA Sports estão “preocupadas” com acusações a Cristiano Ronaldo, mas outros patrocinadores preferem silêncio

Em meio às acusações de estupros enfrentadas por CR7, alguns de seus patrocinadores preferiram não se manifestar sobre o assunto

por Soraia Alves

As acusações contra Cristiano Ronaldo continuam sendo investigadas, e enquanto as alegações de estupro feitas por Kathryn Mayorga não são efetivamente comprovadas (embora a cada dia o caso ganhe um capítulo novo), apenas duas marcas que patrocinam o jogador se manifestaram sobre o caso.

Tanto a Nike quanto a EA Sports disseram que estão monitorando de perto as investigações. Em comunicado oficial, a Nike se disse “profundamente preocupada com as alegações perturbadoras que enfrentam Cristiano Ronaldo”. A marca tem contrato com o jogador desde 2003.

A EA Sports, outra patrocinadora de CR7, também se manifestou em comunicado: “Nós vimos o relatório preocupante que detalha as alegações contra Cristiano Ronaldo. Estamos monitorando de perto a situação, já que esperamos que os atletas e embaixadores se comportem de maneira consistente com os valores da EA”.

Outros patrocinadores do jogador, porém, incluindo grandes marcas como Toyota, Emirates, American Tourister e Panzerglass, se recusaram a comentar o caso, mesmo quando procuradas pela Sky Sports News.

Kathryn acusa Cristiano Ronaldo de a ter estuprado em um quarto de hotel em Las Vegas. Na ocasião, ela e algumas amigas foram convidadas pelo jogador para visitarem a cobertura na qual estava hospedado. Lá, Cristiano teria não aceitado a resposta negativa de Kathryn para ter relações sexuais com ele, praticando o ato mesmo assim, sem o seu consentimento.

O jogador nega “terminantemente” o ocorrido.

Compartilhe: