Google torna mais fácil o ato de apagar o histórico de busca

Empresa dará maior controle ao usuário sobre Maps e outros serviços à partir de 2019

por Matheus Fiore

Há anos o Google armazena nossos históricos de busca para criar um banco de dados que, nas palavras da empresa, ajuda a melhorar a experiência do usuário. Porém, muitas pessoas sentem ter sua privacidade invadida por haver esse registro. Há então a possibilidade de apagar o histórico, com um porém: ele é deletado apenas da sua conta, mas continua salvo nos servidores do Google.

Agora, a empresa anunciou que o usuário poderá rever e deletar o histórico que está armazenado no próprio Google. Antes, os controles de privacidade eram ocultados nas configurações do Chrome, mas o Google decidiu tornar o ato de deletar o registro mais rápido e acessível. Em uma época em que a privacidade e a segurança norteiam boa parte dos debates sobre a internet, a medida parece vir para que o Google mantenha uma imagem positiva perante seus usuários.

Por ora, as atualizações nas configurações de pesquisa foram feitas para computadores, mas em breve as novidades chegarão ao iOS e ao Android. O Google também pretende expandir essas novidades para seus outros serviços, como o Google Maps.

As novidades foram anunciadas por meio de um vídeo do próprio Google, que você confere acima. A animação de apenas um minuto mostra como a empresa utiliza as informações que coleta de seus usuários e por que elas são importantes para a empresa.

Compartilhe: