“A Gente Vai Viver”: Coletivo formado por líderes de agências e artistas lança clipe-manifesto sobre o pós-eleições

Interpretada por cantores de diferentes gêneros musicais, canção é fruto de workshop realizado em São Paulo por coletivo sem fins lucrativos

por Pedro Strazza

O coletivo sem fins lucrativos Papel & Caneta lançou na manhã desta segunda (29) o “A Gente Vai Viver”, canção que serve para processar o sentimento de parte dos brasileiros com o resultado das eleições presidenciais deste ano. A música também ganhou um clipe que mostra as diferentes realidades musicais vividas pelos intérpretes da letra Mel Gonçalves, Fabriccio, Lidia Thays e Barbara Eugenia – confira acima.

Criada em um workshop de três dias realizado em São Paulo, a canção é fruto de uma colaboração entre diferentes grupos criativos de diversas agências brasileiras e busca dar voz e força a todas as pessoas que já estão sofrendo com as agressões e ameaças de uma parcela significativa dos eleitores do novo presidente. Além do Papel & Caneta, o projeto recebeu o apoio da AKQA, a FLAGGX, a J. Walter Thompson e a produtora de áudio LOUD.

Apesar da profusão de encontros musicais e a estética nostálgica, o clipe de “A Gente Vai Viver” não demorou muito para ser realizado: de acordo com o coletivo, a filmagem e edição do vídeo demorou ao todo uma semana.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link