Web Summit: um SXSW na Europa?

Evento sediado anualmente em Lisboa conta com line-up à altura do principal festival de tecnologia e inovação do mundo

por Juliana Vilhena Nascimento

Depois de alguns anos de flerte, finalmente vim conhecer o Web Summit.

Criado em 2009, em Dublin, ele foi ganhando corpo e desde 2016 ele acontece em Lisboa, discutindo quase tudo o que pode acontecer na intersecção de tecnologia e negócios.

Neste ano, estima-se que 69 mil pessoas (você não entendeu errado: são sessenta mil mesmo!) de 159 países vão passar pela Altice Arena, local do evento, pra participar de uma das 24 conferências que o compõem. Tem palestra sobre quase tudo: growth hacking, como montar uma startup, IA, música, autotech, robótica, criptomoedas e criatividade são alguns dos temas abordados por aqui.

Os múltiplos assuntos e participantes não são a unica similaridade entre ele e o SXSW, evento que acontece em Austin: aqui, a construção de um bom lineup através de escolhas também é chave pra tirar o melhor possível do evento. As minhas apostas chave vão a seguir, pra quem estiver por aqui:

  • No dia 5, Tim Berners-Lee, fundador da world wide web, abre o evento. E Darren Aronofsky, cineasta, vem falar sobre o impacto da tecnologia na indústria do cinema.
  • No dia 6, a misteriosa Magic Leap abre o dia falando de Mixed Reality e Alexis Ohanian vem compartilhar seus aprendizados de empreendedor com o Reddit e sua visão de Venture Capitalist na Initialized. Jillionaire, do Major Lazer, fala neste dia também.
  • No dia 7, passam pelos palcos nomes com Ben Silbermann (Pinterest), Sean Rad (Tinder), Dick Costolo (Twitter), Garry Kasparov (enxadrista) e Imogen Heap (cantora e compositora)
  • No dia 8, assuntos mais cabeçudos dominam o palco: diversidade, feminismo, sextech (sim, isso existe!) e design de seres humanos (já imaginou?)

O que é diferente do SXSW (e, imagino, deve tornar os dias por aqui mais intensos) é a duração das sessões. Elas são mais curtas, em formatos variados, com tempos entre 15 e 35 minutos. Haja sola de sapato pra trocar de um lugar pro outro…

Por isso, você que está no Brasil vai ficar no lucro: o B9 vai mostrar o que de melhor acontece por aqui. É só acompanhar esta que vos fala na telinha de sua escolha, sem corre.

Bora?

Compartilhe: