Clicky

Retrospectiva em vídeo reúne os melhores filmes de 2018

Retrospectiva em vídeo reúne os melhores filmes de 2018

Lista vai de “Missão: Impossível” a “Hereditário” e passa por filmes como “Paddington 2”, “Oitava Série” e o remake de “Suspiria”

por Pedro Strazza

Estamos na reta final de 2018 e, com ele, começam a aparecer nas redes todo tipo de lista de melhores que tradicionalmente costumam aparecer no fim do ano. Estas retrospectivas existem aos montes e nas mais variadas combinações, formatos e temas, desde ranqueamentos escritos sobre os melhores discos até listas feitas em vídeo com ou sem comentários dos autores sobre os grandes eventos dos últimos 12 meses. E claro, não faltam publicações sobre o assunto na área do cinema, especialmente na forma de top 10 e 25 que fazem cada um a seu jeito um recorte específico daquilo que mais atraiu o autor na sétima arte durante o ano.

Dentre as várias e várias listas de fim de ano de cinema, uma que vale a pena acompanhar anualmente é o “video countdown” que David Ehrlich solta no começo de todo mês de dezembro. Crítico sênior da IndieWire, os vídeos que ele monta e publica desde 2012 para celebrar o fim de ciclo trazem junto de seu top 25 um retrato muito bacana sobre grande parte do que chamou a atenção da galera nos últimos 365 dias, desde os grandes blockbusters até as pérolas do cinema independente estadunidense e internacional.

Em 2018, isso não foi diferente. Repetindo a divisão dos anos anteriores – no caso “A Introdução”, com um apanhado maior das produções, e “A Contagem”, que é o seu ranking de melhores – o “The 25 Best Films of 2018: A Video Countdown” agrupa um time de filmes que inclui produções como “Missão: Impossível – Efeito Fallout”, “Paddington 2”, “Em Chamas”, “Deixe a Luz do Sol Entrar” e os remakes de “Nasce Uma Estrela” e “Suspiria”, embalados em uma produção que é orquestrada como uma jukebox que vai da Bonnie Tyler e o Queen a Nancy Sinatra e Ryuchi Sakamoto. Confira acima a retrospectiva deste ano e no Vimeo os outros vídeos montados por ele.

Compartilhe: