Clicky

Apple demite 200 funcionários de projeto de carro autônomo

Apple demite 200 funcionários de projeto de carro autônomo

Últimas novidades da empresa sugerem interesse em criar impacto no mercado sem competir com gigantes do mercado automobilístico no processo

por Matheus Fiore

Por meses a Apple manteve-se em silêncio quando perguntada sobre seu misterioso projeto de carro autônomo, o Titan. A CNBC, porém, conseguiu entrar em contato com alguns funcionários do projeto e informa que aproximadamente 200 profissionais foram demitidos. O motivo seria uma mudança de rumo trazida por novos líderes do programa.

“Nós temos um time incrivelmente talentoso trabalhando em sistemas anônimos e tecnologias relacionadas. Enquanto um time foca em seu trabalho em diversas áreas essenciais para a empresa em 2019, alguns grupos estão sendo deslocados para projetos de outros setores da empresa, onde eles poderão dar suporte para machine learning e outras atividades” disse um porta-voz da Apple.

Em uma entrevista recente, Tim Cook, o CEO da Apple, já havia sugerido que a empresa pretende, cada vez menos, se apegar aos produtos que hoje lideram as vendas da empresa. “Acredito que, se você no futuro olhar para o passado e se perguntar ‘qual foi a grande contribuição da Apple para a humanidade?’, a resposta será: saúde”, disse Cook.

O comentário deixa claro que há o desejo por expandir cada vez mais o leque de produtos da Apple. Mais do que liderar na produção de computadores e smartphones, a gigante tecnológica visa criar produtos que impactem em outros campos da sociedade. A tecnologia dos carros autônomos seria importante para a transformação da mobilidade urbana, podendo ajudar não só a criar um ambiente mais seguro no transito, como a entregar veículos que danifiquem menos o meio ambiente.

Nos últimos anos, diversas gigantes da tecnologia e do mercado automobilístico têm investido em veículos autônomos. Empresas como Tesla, Volvo, General Motors e até a Baidu já possuem projetos avançados. Vale lembrar que em 2018 a Califórnia permitiu testes com veículos autônomos em vias públicas.

Mas como observou o Digital Trends, a Apple parece mais interessada em produzir uma tecnologia que possa ser útil na criação de veículos autônomos do que de fato entrar na disputa pela liderança do mercado com gigantes como a Ford.

Compartilhe: