Sony se torna a nova rival do Uber no Japão com o S.Ride

Criado para aproveitar todo o boom de turismo dos Jogos Olímpicos de Tóquio, serviço conta com frota de mais de dez mil táxis formados em parceria com cinco corporativas regionais

por Matheus Fiore

A Uber tem tomado diversas decisões para penetrar melhor em mercados onde não domina. No mês passado, por exemplo, a empresa comprou a Careem, que é o maior serviço de transporte por aplicativos do Oriente Médio. Mas parece que, pelo menos desta vez, quem está se movimentando para tomar território alheio não é o aplicativo e sim a Sony, que criou no Japão o S.Ride, serviço com frota de mais de dez mil táxis feito em parceria com cinco corporativas do ramo.

A escolha de entrar nesse mercado Sony chega em um momento crucial, já que em 2020 Tóquio será a sede dos Jogos Olímpicos, o que atrairá um número gigantesco de turistas para o Japão. Com isso, a empresa terá a chance de colocar seu novo serviço à disposição desses turistas e da população local. Uma das parceiras envolvidas no projeto é a JapanTaxi, que conta com uma frota de 60 mil veículos e é o serviço de táxi por aplicativo mais popular de todo o Japão.

Como apontou o Engadget, o “s” de S.Ride não significa Sony, e sim a trinca de palavras “Simple, Smart, Speedy” (simples, inteligente e rápido). Os pagamentos poderão ser feitos com cartões de crédito ou pelo serviço próprio da empresa, o S.Ride Wallet, que processa pagamentos por meio da leitura de QR Codes.

A CNET informou ainda que, atualmente, a Sony não possui planos para lançar o S.Ride fora do Japão. Como é um serviço novo, a tendência é aguardar pela adesão dos japoneses e ver se o serviço responde as expectativas. É de se imaginar, porém, que caso seja um sucesso durante os Jogos Olímpicos, a empresa decida finalmente expandir o negócio.

Compartilhe: