Com medidas para eliminar toxidade da plataforma, Twitter ganha 5 milhões de usuários

Receita da plataforma, de US$ 841 milhões, também é 18% a mais em relação ao mesmo período no ano passado

por Soraia Alves

O Twitter anunciou nesta sexta-feira, 26, que ganhou 5 milhões de novos usuários até o final de junho deste ano. O crescimento também é visto nas finanças da plataforma, que faturou US$ 841 milhões, 18% a mais em relação ao mesmo período no ano passado.

Ao todo, a plataforma conta com 139 milhões de usuários ativos diariamente, e os últimos 15 meses foram especiais para a empresa, que viu seu número de usuários baixar depois de implantar políticas mais firmes para a remoção de bots da plataforma.

Os Estados Unidos continuam como o mercado que rende a maior receita de vendas, correspondendo a US$ 455 milhões do seu total de vendas. O Japão também continua como segundo maior mercado do Twitter, com alta de 9% e representando US$ 133 milhões de suas vendas totais.

A publicidade continua ainda é o fluxo de receita mais importante para a empresa, que faturou com anúncios US$ 727 milhões no segundo trimestre, um aumento de 21% em relação ao ano anterior.

Em seu comunicado, o Twitter também observa que os formatos de anúncios em vídeo “continuaram a mostrar força”, destacando o seu Video Website Card, anúncios em vídeo in-stream e anúncios de visualização inicial.

O licenciamento de dados, outro componente do modelo de negócios do Twitter, foi de US$ 114 milhões, um aumento de apenas 4%.

Mas, como nem tudo é sempre positivo, a empresa viu aumentar a quantidade de reações negativas sobre seu novo design para desktop, lançado este mês. Mas isso não deve afetar o bom momento do Twitter, cuja previsão de receita total para o terceiro trimestre é de US$ 815 milhões a US$ 875 milhões.

Compartilhe: