Taco Bell And Pizza Hut Restaurants Ahead Of Yum! Brands Earnings Figures

Pizza Hut deve fechar 500 unidades nos EUA para focar no delivery

Rede pretende concentrar atenções no competitivo mercado de aplicativos de delivery, mas diz manter interesse em aprimorar a experiência de seus restaurantes tradicionais

por Pedro Strazza

Uma das grandes redes de pizzarias nos Estados Unidos, o Pizza Hut deve em breve começar a colocar em prática um plano audacioso que pode mudar completamente a forma como a companhia toca seus negócios. De acordo com informações obtidas pelo Today, a empresa planeja fechar nos próximos meses cerca de 500 de suas quase 7500 unidades espalhadas pelo território estadunidense, uma medida feita para mover o foco da marca para os serviços delivery.

A onda de redução da rede deve acontecer ao longo dos próximos dois anos e em teoria mira as unidades cujos relatórios financeiros tem sido abaixo das expectativas da companhia. Na reunião com investidores para divulgação dos resultados do último trimestre, Greg Creed, o CEO da Yum! Brands que é dona do Pizza Hut (e também do KFC e do Taco Bell), declarou que a empresa “Continua a desenvolver planos de ação sob medida para seus maiores mercados dine-in”, mas que agora também procura transformar seu negócio para uma estratégia que seja focada fora de sua premissa original.

Creed se refere, claro, à recente nova competição que a rede passou a conviver com a chegada dos aplicativos de comida, cujos preços reduzidos e conveniência de atendimento vem erodindo a base de clientes diários das unidades da empresa e outras tantas do mercado de fast food. O Pizza Hut não é o único nos EUA que está recorrendo da medida de fechar restaurantes: em 2017, o Dine Equity e o IHOP anunciaram que estavam fechando respectivamente entre 105 e 135 e entre 20 e 25 unidades.

O mais curioso, porém, é que o Pizza Hut em si no último trimestre viu crescer seus lucros, aumentando em 2% suas vendas de acordo com os relatórios fiscais.

Ainda não se sabe como o procedimento de divisão alterará o equilíbrio de restaurantes tradicionais e estabelecimentos de rápido atendimento da franquia, que hoje é de respectivamente 6100 e 1350 unidades.

Compartilhe: