Criaram um banco de imagens gratuito com 100 mil rostos gerados por inteligência artificial

É a tecnologia ajudando designers e tocando o terror no mercado de modelos (e de banco de imagens)

por Pedro Strazza

A cada dia que passa a humanidade encontra propósitos ainda mais fascinantes (e assustadores) para a tecnologia de inteligência artificial. Obras de arte, âncoras de telejornal, diagnóstico de Alzheimer, avaliação de entrevista de emprego, maquiagem, animação de imagens… bem ou mal não parece haver limites na aplicação dos softwares de redes neurais em nossa sociedade, e isso inclui a criação de rostos humanos.

Não que a possibilidade de gerar imagens de humanos artificiais seja inédita – é sempre bom lembrar do This Person Does Not Exist – mas a empresa de design Icons8 decidiu dar o próximo passo e criar um banco de imagens feito apenas dos resultados produzidos por IA. E para o desespero da concorrência (e dos profissionais do ramo de modelagem), o site concebido pela companhia é inteiramente gratuito, oferecendo uma variedade de cem mil rostos realistas que podem ser customizado sem pedir qualquer coisa em troca.

De acordo com o fundador da empresa Konstantin Zhabinskiy em um post no blog oficial da Icons8, o projeto ainda está em seus primeiros passos e por isso algumas imagens talvez venham com alguns errinhos básicos como mãos fantasmas no fundo e superfícies fora do tom na “foto”. A inteligência artificial, aliás, foi treinada a partir de dados registrados e acumulados internamente pela companhia, evitando assim problemas com os bancos de imagens oficiais e criando uma plataforma completamente original.

A meta a longo prazo, segundo Zhabinskiy, é criar um modelo do software que permita a geração de imagens de forma rápida para ajudar designers a agilizar seu trabalho sem se preocupar com empecilhos como direitos de imagem. Mas ainda que os propósitos sejam pra lá de genuínos, a questão no fim é: se esta iniciativa der certo, o que impede outros de aproveitar os resultados da Icons8 e reusar a IA para fins que podem afetar de forma real a vida de vários profissionais?

Enquanto nada disso acontece, vale a pena visitar a plataforma e ficar brincando com os resultados fornecidos pelo programa – que aliás já são tão impressionantes quanto se espera de uma iniciativa dessas.

Compartilhe: