Instagram libera uso de ferramenta anti-bullying para comunidade

"Restrict" permite aos usuários moderar os comentários de suas publicações, "barrando" acesso de contas que considere ameaçadoras à sua pessoa

por Pedro Strazza

O Instagram já há algum tempo se preocupa com manifestações de bullying dentro de sua plataforma. Após começar a usar uma inteligência artificial para detectar atos do tipo no ano passado, a rede social no início do ano iniciou testes numa nova ferramenta que permite ao usuário filtrar os comentários de suas publicações, uma aplicação que a partir de hoje (2) passa a ficar disponível para toda a sua comunidade.

Intitulada “Restrict”, a função é descrita pela companhia como útil para o público que se mostra relutante na hora de reportar ou bloquear outros usuários que estejam praticando bullying, dado que ela elimina da timeline da pessoa (e dos outros) todos os comentários e interações daqueles que ela não queira ver. Ao contrário do block, o restrict não avisa o outro que ela não está sendo visualizada mais pelo usuário – mensagens diretas, aliás, são repassadas para a caixa de solicitação.

A parte mais bonita da ferramenta, porém, é que a metodologia para promover o “bloqueio suave” é bem simples e pode ser feita em três métodos: arrastar para a esquerda um comentário do usuário que não se queira mais interagir, acessar o perfil do dito cujo ou acessar a seção de privacidade nas configurações do app. E voltar atrás não é lá muito complexo também, bastando clicar em “ver comentário” para aprovar a interação.

O Restrict é apenas mais uma das novidades que o Instagram introduziu nos últimos meses para tornar mais saudável sua plataforma para os usuários. Além das medidas anti-bullying, a rede social recentemente introduziu restrições extras para publicações com produtos de dietas e de cirurgia estética, além de obviamente ter ocultado o número de curtidas para outros que não o dono do post.

Compartilhe: