Google investe US$ 150 milhões em fundo para projetos de energia renovável

Empresa também garante que já tem usando materiais reciclados em seus produtos

por Soraia Alves

Durante o Made by Google, evento anual de novos produtos do Google, a empresa revelou algumas de suas iniciativas em prol da sustentabilidade. A gigante diz que investiu US$ 150 milhões em um fundo para projetos de energia renovável e que tem usando materiais reciclados em seus produtos.

A iniciativa faz parte do compromisso da empresa em reduzir sua pegada de carbono: “Como uma equipe jovem de hardware, tivemos a incrível oportunidade de repensar tudo e pensar – ‘Como seria integrar verdadeiramente o design e a sustentabilidade?’”, explica Anna Meegan, chefe de sustentabilidade do hardware do Google, em entrevista ao Adweek.

Parte dos esforços de sustentabilidade do Google é recente, aliás, bem recente, de agosto deste ano, quando a empresa finalmente detalhou alguns de seus compromissos, como o compromisso de 100% de todos os envios se tornarem neutros em carbono até 2020 e que, a partir de 2022, 100% dos produtos do Google incorporarão materiais reciclados.

No evento, Ivy Ross, vice-presidente de design de hardware do Google, anunciou que a empresa alcançou frete 100% neutro em carbono no mês passado, o que significa que o Google está pagando pela compensação de carbono em todos os dispositivos enviados. Outros esforços de sustentabilidade incluem mudar seus métodos de envio, como mudar de viagens aéreas para navios ou trens.

O investimento de US$ 150 milhões, segundo Meegan, “compensará basicamente a energia usada para fabricar nossos produtos”. O Google também possui um programa de reciclagem para seus produtos e uma loja reformada.

Vale lembrar que a empresa segue o crescente movimento das gigantes da tecnologia que fizeram promessas relacionadas ao clima, como a Amazon, que no início de setembro anunciou várias metas em prol do meio ambiente, incluindo o projeto de atingir 80% de energia renovável até 2024.

Compartilhe: