Comercial da Budweiser para o dia do Halloween relembra importância da cerveja na criação do filme “Halloween”

O truque, aqui, é esconder a informação de qual filme da franquia a cerveja inspirou exatamente

por Pedro Strazza

A Budweiser este ano decidiu aproveitar o Halloween para relembrar uma conexão “importante” de sua cerveja com uma das franquias mais consagradas do horror. Criada pela Africa, a campanha “King of Halloween” é criada toda em cima de uma declaração que o diretor John Carpenter deu sobre o processo de criação da série, ressaltando que as cervejas da marca foram fundamentais para ajudá-lo a terminar o roteiro de um dos filmes da história sobre o psicopata mascarado Michael Myers.

“O que me fez terminar de escrever aquele roteiro foi Budweiser.”, afinal, é a grande punchline da série de comerciais da fabricante para a data, que aproveitou a ocasião também para realizar nesta quinta-feira (31/10) uma exibição especial do primeiro “Halloween” no prédio do Copan em São Paulo a partir de uma ação divertida: para conseguir o convite para a sessão, os interessados tem que encontrar uma das últimas locadoras existentes na cidade e pedir por uma cópia em VHS do filme. O comercial acima e as chamadas de vídeo abaixo dão mais detalhes da brincadeira.

Posto tudo isso, é importante notar que, embora a campanha da Budweiser foque bastante em promover a informação de que a sua cerveja foi importante para a criação do primeiro (e celebrado) “Halloween”, a fala de Carpenter na verdade se refere ao processo criativo da primeira continuação da franquia, o infame “Halloween II” que até hoje divide os fãs. Completando a declaração, que foi dada ao documentário “‘Halloween’: A Cut Above the Rest”: “Seis latas de cerveja por noite, sentado de frente à maquina de escrever dizendo ‘O que diabos eu posso escrever?’, eu não tinha ideia. Nós estávamos refazendo o mesmo filme, apenas não tão bom quanto”.

É, digamos que não fosse a ideia mais legal do mundo ligar a marca ao segundo filme, o que em tese justifica a leve “driblada” básica da Budweiser com a campanha ao suprimir a fala de Carpenter ao essencial – até porque “Halloween” no momento está de volta ao cenário cultural graças ao sucesso recente do segundo reboot da série, que inclusive já garantiu duas continuações próprias para os próximos dois anos.

Compartilhe: