Little-Yoda-Baby-1200×676

Merchandising de “The Mandalorian” mostra que nem a Disney estava preparada para o sucesso do Baby Yoda

Mesmo com todo o hype em torno da personagem, loja oficial do estúdio disponibilizou apenas quinze itens baseados na mesma arte conceitual disponibilizada por Jon Favreau há um semana

por Pedro Strazza

Embora o Disney+ só tenha chegado para alguns poucos países neste fim de ano, a internet não demorou muito tempo para explodir em manifestações de carinho e paixão por um dos personagens revelados de surpresa em “The Mandalorian”, a série de “Star Wars” original do serviço. O amor das pessoas pela “Baby Yoda”, apelido dado nas redes sociais à simpática criaturinha de 50 anos de vida da mesma espécie do sábio mestre Jedi, foi tão imensurável que em questão de poucas horas a informação de sua existência já havia deixado de ser spoiler e imagens de sua aparição multiplicavam-se nas plataformas.

Mas apesar de todo este sucesso, aparentemente alguém não esperava que a personagem fosse fazer tanto sucesso assim, a ponto de não ter planejado uma linha de produtos à altura do hype (pra não dizer culto?) sobre a criaturinha. E por “alguém”, neste caso a gente por incrível que pareça se refere mesmo à toda poderosa Disney.

Isso porque disponível desde ontem (26) na loja virtual oficial da companhia, a primeira leva de produtos inspirados no personagem descrito oficialmente como “The Child” lembram mais o tipo de produto que se vê em barraquinhas de venda improvisadas em shows e até no ambiente universitário que exatamente algo “oficial” e “de qualidade” providenciado pelo que é hoje umas das empresas mais ricas do planeta. Entre camisas, canecas, bolsas e um copo infantil, são quinze itens postos à venda no site que no fim giram em torno da exata imagem conceitual que o showrunner Jon Favreau divulgou há uma semana atrás em seu Twitter.

E se você já está decepcionado em não existir uma mochilinha infantil ou uma pelúcia da Baby Yoda, digamos que a situação não melhora muito com os preços, que variam entre US$14,95 e US$44,95 dependendo do tipo de item com a arte conceitual que você tanto deseja para sua coleção.

As redes sociais obviamente já estão fazendo todo tipo de piada em cima do caso, mas não sem motivo. Na Rússia, só para ficar num exemplo, a artista Tatyana fez o único movimento esperado em cima de uma criaturinha simpática de “Star Wars” e criou uma boneca pra lá de fofa inspirada na personagem. À venda na MelvonANDReine por 220 dólares, o brinquedo de 22 centímetros está bem mais à altura do que os fãs da franquia esperam em termos de produtos inspirados na mitologia da série que o próprio merchandising pelo visto conseguiu dar conta em cima da hora – o que em si soa como algo pra lá de absurdo, dado que estamos falando de uma das marcas de cinema mais comercializáveis da história.

Apesar de todo o entusiasmo, “The Mandalorian” segue previsto para ser disponibilizado oficialmente no Brasil só no fim de 2020, junto com o lançamento oficial do Disney+ no país.

Compartilhe: