Em mais uma lista, críticos de Nova York elegem “O Irlandês” como filme do ano

Tarantino vence prêmio de roteiro e filme de Scorsese é reconhecido como filme do ano e por atuação de Joe Pesci

por Matheus Fiore

Saiu mais uma seleção de melhores do ano. Dessa vez, feita pelo tradicional círculo de críticos de Nova York. Apesar de, assim como as listas dos veículos de comunicação, o prêmio da crítica não ser bem um termômetro para o Oscar – afinal, os votantes da Academia são outros – este é um bom exemplo de como a crítica americana recebeu alguns dos sucessos cinematográficos de 2019.

A associação novaiorquina é composta por críticos de veículos impressos (revistas e jornais) e online, e foi fundada em 1935. Na seleção de 2019, destacam-se filmes presentes em boa parte das outras listas, como “O Irlandês”, que levou dois prêmios, além de “Era Uma Vez… em Hollywood” e “Parasita”.

Outro destaque vai para o reconhecimento de “Atlantique” como melhor filme de estréia. O longa de Mati Diop chegou recentemente ao catálogo brasileiro da Netflix.

  • Melhor Filme: “O Irlandês”, de Martin Scorsese
  • Melhor Direção: Josh e Benny Safdie por “Uncut Gems”
  • Melhor Filme de Estréia: “Atlantique”, de Mati Diop
  • Melhor Ator: Antônio Banderas por “Dor e Glória”
  • Melhor Atriz: Lupita Nyong’o por “Nós”
  • Melhor Ator Coadjuvante: Joe Pesci por “O Irlandês”
  • Melhor Atriz Coadjuvante: Laura Dern por “História de um Casamento” e “Adoráveis Mulheres”
  • Melhor Roteiro: Quentin Tarantino por “Era Uma Vez… em Hollywood”
  • Melhor Fotografia: Claire Mathon por “Portrait of a Lady on Fire”
  • Melhor Filme em Língua Não-Inglesa: “Parasita”, de Bong Joon-ho
  • Melhor Documentário: “Honeyland”, de Tamara Kotevska e Ljubomir Stefanov
  • Melhor Animação: “I Lost My Body”, de Jérémy Clapin
Compartilhe: