Lyft cria conselho para ajudar a melhorar segurança de passageiros e motoristas da plataforma

Lyft cria conselho para ajudar a melhorar segurança de passageiros e motoristas da plataforma

Conselho Consultivo de Segurança é formado por membros de campanha de conscientização de Barack Obama e rede estadunidense contra abuso e estupro

por Pedro Strazza

Em uma publicação lançada em seu blog oficial nesta terça-feira (14), a Lyft Inc. divulgou ao público que está formando um conselho de especialistas para ajudar a companhia a desenvolver novas diretrizes e iniciativas que garantam a segurança tanto dos motoristas quanto dos passageiros de seu aplicativo.

Intitulado Conselho Consultivo de Segurança, a nova divisão da empresa será liderada pelo vice-presidente de segurança e engajamento do consumidor Eman Barhoumeh e a princípio conta com representantes da RAINN, a Rede Nacional de Estupro, Abuso e Incesto dos EUA, e da campanha de conscientização “It’s On Us” lançada em 2014 pelo ex-presidente do país Barack Obama.

O Lyft escreve que o conselho “providenciará uma perspectiva crítica sobre o trabalho da companhia para melhorar as medidas de segurança da plataforma”, incluindo a criação de novas ferramentas e procedimentos “que melhor consideram toda a comunidade de membros” e a prevenção de quaisquer consequências não planejadas.

O anúncio acontece quase um mês depois da concorrente Uber liberar a público a primeira edição do seu relatório bienal de segurança do aplicativo nos EUA, onde revelou que recebeu mais de três mil denúncias do tipo em quase 1,3 bilhão de corridas feitas no país em 2018 – sendo que destas 235 foram registradas como estupro. Tanto o Uber quanto o Lyft já foram alvos de críticas no passado sobre o item de segurança, incluindo submissão de processos relacionados ao assunto em diferentes países e instâncias.

As duas empresas já mostram preocupação com o tema desde abril do ano passado, quando implementaram uma série de diretrizes para melhorar o departamento como a checagem semanal do histórico dos motoristas.

Compartilhe: