Para CEO do Google, inteligência artificial trará mudança mais profunda que o fogo

Sundar Pichai sugere que apenas um esforço global pode resultar em algo positivo para a humanidade

por Matheus Fiore

Prontos ou não, estamos entrando na época em que as inteligências artificiais não são apenas um elemento de um filme de ficção científica, mas algo mais palpável, que parece cada vez mais próximo de se tornar realidade nos moldes que imaginávamos décadas atrás. Hoje, as inteligências artificiais já existem em sistemas autônomos que operam nas mais variadas áreas tecnológicas.

Para Sundar Pichai, CEO do Google, a chegada da inteligência artificial traz uma mudança para a humanidade que será ainda mais influente do que a trazida pelo fogo. “Inteligência artificial é uma das muitas coisas profundas com as quais estamos trabalhando na humanidade. É algo ainda mais profundo do que fogo ou eletricidade”, afirmou Pichai em entrevista no Fórum Econômico Mundial, em Davos.

A pesquisa envolvendo inteligência artificial tem trazido algumas dores de cabeça para o Alphabet, empresa dona do Google. Recentemente, funcionários da companhia se revoltaram pelo fato de haver um trabalho envolvendo a tecnologia sendo desenvolvido para o governo dos Estados Unidos.

Para garantir um desenvolvimento controlado de um sistema com inteligência própria, o Google definiu uma série de princípios básicos, que proíbem, por exemplo, trabalhar com armas. Pichai acredita também que o sucesso no desenvolvimento de inteligências artificiais depende de uma união global. O CEO acredita que esforços individuais de países podem ser problemáticos e sugere que apenas um trabalho conjunto resultaria em algo benéfico para a humanidade.

Como quase tudo criado pelo homem, a inteligência artificial é neutra, podendo ser usada para o bem e para o mal. Como lembra o Bloomberg, o sistema de reconhecimento facial, por exemplo, pode ser usado pelas forças do estado tanto para vigilância, quanto para encontrar pessoas desaparecidas.

Além do comentário sobre o futuro da IA, Pichai também prometeu no evento que o Google está trabalhando em seus projetos de forma que a privacidade das pessoas seja um dos elementos fundamentais – saiba mais.

Compartilhe: