Citroën apresenta veículo elétrico com aluguel mensal de 22 dólares

Veículo Ami percorre até 70 quilômetros com apenas uma carga

por Matheus Fiore

A Citroën está tentando inovar no mercado automobilístico. Os carros elétricos já são uma realidade em grande parte do mundo. Se nos Estados Unidos, a Tesla se tornou referência no ramo e conquistou boa parte do mercado, em países como a China, diversas empresas disputam em um mercado ainda mais rico de variedades.

A montadora francesa, porém, está tentando criar um novo segmento. A empresa apresentou o Ami, seu novo veículo elétrico. Os carros podem ser alugados por uma mensalidade de US$ 22 ou um sistema de compartilhamento de veículo que custa menos de US$ 1 por minuto. Segundo o CNET, na França até mesmo adolescentes de 14 anos poderão pilotar o veículo, já que tecnicamente ele é um quadriciclo elétrico, o que faz com que uma carteira de habilitação não seja necessária.

Para evitar confusões, a Citroën evita até mesmo se referir ao Ami como um carro – a empresa tem usado o termo “objeto”. O veículo será vendido em lojas e também por um serviço de entrega em domicílio, que custará em torno de US$ 6.600. O Ami é um pouco menor do que um carro convencional, e suporta apenas dois passageiros, tendo um formato semelhante ao de um Mini Cooper.

A bateria de ião lítio suporta até 5.5 quilowatt-hora de energia, o que corresponde a uma corrida de aproximadamente 70 quilômetros. O veículo, portanto, é ideal para trajetos curtos. Apesar de não possuir grande capacidade energética, o Ami requer apenas três horas para carregar. Caso chegue aos Estados Unidos, o Ami não parece ser um potencial concorrente da Tesla, já que possui especificações bastante diferentes.

Caso bem sucedido, o veículo pode se tornar uma referência para um mercado ainda cinzento no mercado automobilístico.

Compartilhe: