Manchester United vai continuar a pagar equipes que trabalham nas partidas mesmo durante pandemia

Equipe inglesa vai desembolsar 1 milhão de libras para cobrir os ganhos de 3 mil funcionários

por Matheus Fiore

Em toda a Europa e na América do Sul, o futebol está suspenso. Se no Brasil, os campeonatos estaduais e o Brasileirão foram suspensos, no continente, a Copa Libertadores e a Copa Sulamericana também seguiram o mesmo caminho. Já na europa, todas as ligas de elite estão em hiato, incluindo a Premier League, da Inglaterra.

Há, porém, equipes de funcionários que trabalham apenas em dias de partidas oficiais, e têm as partidas do futebol inglês como seu ganha-pão. Agora, o Manchester United, um dos principais clubes do país, anunciou que continuará pagando aos trabalhadores que atuam durante as partidas, mesmo durante a paralisação do futebol.

O dinheiro que os três mil funcionários ganhariam equivale a 1 milhão de libras (na cotação atual, quase 6 milhões de reais), e equivale aos quatro jogos que o time de Manchester ainda jogaria em seu estádio, o Old Trafford. O clube promete pagar esse valor integralmente, mesmo que mais partidas sejam adiadas futuramente.

“Esse gesto de boa vontade reflete o desejo do clube de reduzir a insegurança financeira que enfrenta a força de trabalho casual, e é um reconhecimento do papel crucial que esses trabalhadores desempenham na prestação de serviços aos torcedores” escreve o clube em uma declaração oficial.

Compartilhe: