Facebook (finalmente) debuta versão para desktop do Messenger

Facebook (finalmente) debuta versão para desktop do Messenger

Nove anos depois do debute da plataforma, Messenger ganha aplicativo para o PC devido ao boom das videochamadas durante a pandemia

por Pedro Strazza

O Facebook Messenger já existe há nove anos, mas só agora ganhou uma versão para desktop. E a razão está diretamente ligada com a pandemia do coronavírus, pois de acordo com o próprio Facebook no anúncio a companhia só resolveu lançar o formato para o aplicativo depois de ver um aumento de 100% no uso de browsers para PC para chamadas de vídeo e áudio na plataforma.

Disponível tanto para MacOS e Windows, o app para desktop conta com os mesmos recursos da versão para celular do Messenger – incluindo a possibilidade de infinitas videochamadas, uso de GIFs e modo escuro, como o Facebook bem ressalta no anúncio. Entre as novidades previstas para o formato, a plataforma conta com possibilidade de múltiplos chats simultâneos, notificações no computador e sincronização entre o app para PC e celular.

Além da “nobreza” do auxílio ao público durante a pandemia, a versão para desktop do Messenger chega em um momento em que as plataformas de videochamadas estão bombando, incluindo o Google Hangouts e o emergente Zoom – que vem enfrentando problemas graves de privacidade perante a explosão do negócio durante a crise a ponto de congelar novas atualizações.

Vale acrescentar que a novidade também teve o lançamento adiantado neste cenário. Anunciado inicialmente na F8 do ano passado, a versão em desktop estava prevista para ganhar mais detalhes na edição 2020 da conferência do Facebook, mas com o cancelamento do evento e as atuais circunstâncias acabou saindo sem grandes festividades além do quesito prático.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link