Postos de gasolina na Alemanha serão obrigados a contar com estações de abastecimento elétrico

Medida não viabiliza instituição total do carro elétrico no país, porém, dado que número de postos no país hoje é inferior à quantidade de estações necessárias

por Pedro Strazza

O governo alemão confirmou nesta quinta (4) que a partir de agora todos os postos de gasolina do país terão que contar com uma estação de abastecimento para carros elétricos. A decisão é parte de um plano de estímulo à economia europeia da altura de 130 bilhões de dólares, um que prevê subsídios a consumidores de veículos sustentáveis e penalidades a donos de carros maiores e muito mais poluentes.

O plano deve baratear substancialmente o custo de carros elétricos no país a partir de fundos da altura de seis mil euros à categoria, além de 2,5 bilhões à produção de baterias sustentáveis. Além de seguir um anúncio parecido feito pelo governo francês, a medida também busca cumprir com o plano da chanceler Angela Merkel da Alemanha contar com um milhão de postos de abastecimento elétrico até o fim de 2030.

É também uma forma de impulsionar as vendas de veículos elétricos no país, que no ano passado só foi responsável por 1,8% dos 168.148 novos carros comprados – um número banal quando comparado aos 32% e 59,2% de veículos movidos a diesel e petróleo adquiridos pelo público. À Reuters, o presidente da fabricante Quercus Real Assets Diego Biasi afirma que o motivo para tamanho acanhamento é a chamada “ansiedade do alcance”, um termo que define o medo do público do carro elétrico “descarregar” por completo antes do fim da viagem – e que agora deve ser solucionado com a obrigatoriedade da inclusão de estações elétricas.

O problema agora é solucionar a redução histórica do número de postos de gasolina no país, gerada pelo aumento da eficiência do líquido ao longo das décadas. A Alemanha hoje possui apenas quinze mil postos em seu território, mas para tornar os carros elétricos em maioria precisa que existam setenta mil estações de abastecimento do tipo – além de sete mil extras e do modelo “fast charge”.

Compartilhe: