Na Europa, TikTok assina Código de Práticas Contra a Desinformação

Rede social se compromete a combater desinformação e fake news ao assinar documento da União Europeia

por Matheus Fiore

A fim de combater as fake news e impedir manipulação, desinformação e, possivelmente, até interferência externa em eleições, a União Europeia criou o Código de Práticas Contra a Desinformação. O TikTok, uma das principais redes sociais da última década, assinou o código, se juntando a outras que também haviam concordado em colaborar com a iniciativa.

O TikTok desenvolverá suas próprias diretrizes para combater desinformação e manipulação da verdade em suas plataformas. é gerida pela ByteDance, de Pequim, e chegou a 2 bilhões de downloads em 2020. O app consiste em uma plataforma de compartilhamento de vídeos curtos – o que a torna, portanto, um cenário muito propício para a disseminação de vídeos que utilizem deep fakes, por exemplo.

A EDiMA, responsável por moldar as políticas online da União Europeia, se pronunciou por meio de sua diretora geral, Siada El Ramly. “O TikTok assinar nosso Código de Prática Contra a Desinformação é uma grande novidade e contribui para que mais plataformas online se posicionem e lutem contra a desinformação na internet. Isso mostra que o Código é uma iniciativa eficiente para assegurar que as empresas farão mais para efetivamente combater a desinformação.”

O Facebook e o WhatsApp ainda negociam para assinar o código, segundo o TechCrunch. As plataformas que participam do projeto devem enviar relatórios mensais para mostrar como estão percebendo e lidando o compartilhamento de desinformação em suas plataformas.

Compartilhe: