cover-netflix2

Netflix lança controle de velocidade para assistir mais conteúdos em menos tempo

Ferramenta está disponível por enquanto apenas para o Android

por Matheus Fiore

A Netflix está prestes a disponibilizar a polêmica ferramenta de velocidade para seus usuários. Agora, o assinantes podem escolher se querem assistir às séries e filmes na velocidade normal, mais rápido ou mais devagar. A ferramenta será implementada no aplicativo para dispositivos Android em uma atualização próxima.

Segundo o The Verge, os controles permitem que a obra seja desacelerada para velocidade 0,5x ou 0,75x e acelerada para 1,25x ou 1,5x. Ou seja, um filme de 90 minutos, por exemplo, poderá ser visto tanto ao longo de 3 horas, quanto durante a curta janela de 60 minutos. O YouTube também oferece uma ferramenta parecida, mas com maior controle sobre a velocidade, permitindo que um vídeo seja visto em velocidade 0,25x ou 2x.

Os assinantes precisarão escolher a velocidade sempre que optarem por assistir a uma obra do catálogo do streaming. A decisão é para evitar que, acidentalmente, uma pessoa assista a um filme ou série fora da velocidade padrão, pois teria configurado algo diferente em outro momento e esquecido de desativar. “Estamos atentos às preocupações dos criadores”, disse um porta-voz da empresa ao The Verge. “Limitados o intervalo de velocidades de reprodução e exigimos que os membros variem a velocidade cada vez que assistem a algo novo, em vez de fixar em suas configurações com base na última velocidade utilizada”, completou.

A polêmica ferramenta foi testada pela empresa pela primeira vez em 2019, copiando um método notório em aplicativos de podcasts e vídeos. A diferença é que, no caso da Netflix, estamos falando de filmes e séries, que terão suas experiências completamente transformadas ao terem seu tempo distorcido pelo usuário. Inevitavelmente, um filme visto fora de sua velocidade original não é o mesmo filme que foi lançado originalmente, pois parte crucial da realização de uma obra audiovisual é a manipulação de seu tempo por parte dos realizadores.

Compartilhe: