Starbucks celebra “reabertura” com piada sobre dificuldade da rede em anotar nomes

Marca brinca no Reino Unido que se já era difícil acertar seu nome antes da pandemia, imagina agora que há máscaras faciais na equação

por Pedro Strazza

O Starbucks reabriu este mês as unidades de sua rede no Reino Unido, onde a pandemia do coronavírus atualmente encontra-se relativamente controlada. O esquema é basicamente o mesmo que a companhia já vem aplicando nos Estados Unidos: além do uso de máscaras ser obrigatório, as lojas foram adaptadas para abarcar apenas formatos de delivery, sem incentivos a manter os clientes desfrutando de seus cafezinhos no interior mas sim levando eles pra viagem.

Mas mesmo com toda a segurança e cuidado envolvido o Starbucks não deixou de fazer algum gracejo com o retorno das atividades, porém. A rede desde a semana passada vem circulando nas redes sociais locais o anúncio abaixo, que brinca com um agravamento básico das dinâmicas tradicionais das unidades: a dificuldade dos funcionários em anotar o nome dos clientes nos copos, que agora fica praticamente impossível agora que todo mundo está usando uma máscara facial.

A arte foi criada pela Iris Worldwide e pelo visto foi feito mais para resolver uma piada inevitável com a marca que exatamente a pedido do cliente. Ao Muse, o diretor criativo Eli Vasiliou escreve que “Com as máscaras se tornando mandatórias no Reino Unido em lojas e cafés e o debate de usar ou não a vestimenta pegando fogo nas redes sociais”, a agência viu uma oportunidade de posicionar a rede em um ato ao mesmo tempo altruísta e que tirava a marca do fogo cruzado envolvido.

“Nomes em copos são algo muito importante no Starbucks – e me ocorreu o quão difícil ficou de repente a vida dos baristas. Eles não tem chance!” continua o executivo ao veículo; “Essa ideia me fez rir, então nós trabalhamos como um pequeno post de redes sociais para o Instagram e o Facebook. O cliente adorou e embarcou no projeto, e foi assim que aconteceu”.

Compartilhe: