Nintendo-Switch-1170×780

Lançado em 2017, Nintendo Switch chega oficialmente ao Brasil em 2020

Jogos e sistemas também estão incluídos no anúncio, que marca uma reaproximação simbólica da empresa com o país após o "divórcio" em 2015

por Pedro Strazza

A Nintendo anunciou na manhã desta quarta-feira (19) que o Nintendo Switch será lançado oficialmente no Brasil. Embora datas não tenham sido divulgadas, a companhia prometeu pelo Twitter que o console chega “em breve” ao território nacional, três anos depois de estrear oficialmente no mercado.

Além da promessa do Switch, a Nintendo também reativou o Instagram e Facebook oficiais da marca no Brasil, onde declara que jogos e sistemas serão vendidos separadamente – um indício de que o ecossistema do console também está incluso neste lançamento.

O anúncio é mais um passo importante no processo de retorno da Nintendo ao mercado brasileiro, onde não está oficialmente desde o começo de 2015 – a empresa em si nunca esteve presente, mas sempre contou com parcerias que viabilizaram sua participação no mercado. Este interesse remonta a 2018, quando a companhia passou a disponibilizar na loja virtual do Switch uma versão brasileira com preços em reais, e seguiu tímida nos últimos dois anos com itens como a criação de opção de pagamento por boleto ou a venda de cartões pré-pagos de jogos específicos.

O timing é interessante também se considerar que o mercado brasileiro – como o resto do mundo – deve receber no fim do ano o lançamento da nova geração de consoles da Sony e Microsoft, o PlayStation 5 e o Xbox Series X.

O item da discórdia no momento é o preço. Na época que deixou o mercado nacional a Nintendo justificou o movimento alegando sofrer com as altas taxas de importação do console, um cenário que só piorou nestes últimos cinco anos com a alta do dólar. Com o Switch sendo vendido na altura dos quatro mil reais no mercado paralelo, há quem se preocupe que o aparelho vá ser vendido a um preço ainda mais caro no Brasil.

Compartilhe: