Depois de "Apocalypse Now", "O Poderoso Chefão III" ganha nova versão do diretor

Depois de “Apocalypse Now”, “O Poderoso Chefão III” ganha nova versão do diretor

Francis Ford Coppola alega que novo corte é a "visão original" dele e de Mario Puzo para o desfecho da história e inclui pelo menos 50 novos planos

por Pedro Strazza

O ano é 2020, mas parece que estamos de novo no começo dos anos 2000 com tanta versão do diretor sendo anunciada e lançada. Não apenas porque o “Snyder Cut” de “Liga da Justiça” vai acontecer e Sylvester Stallone está remontando “Rocky IV”, mas ninguém menos que Francis Ford Coppola anda bastante ativo no ofício de revisitar os antigos trabalhos – e agora ele vai pra cima de um de suas obras mais controversas na cultura popular.

O cineasta e a Paramount Pictures anunciaram nesta quinta (3) uma nova edição remasterizada de “O Poderoso Chefão III” que trará um novo corte do desfecho da saga dos Corleone nos cinemas. De acordo com o The Film Stage, além da restauração da película o longa também ganhou um novo corte que em tese apresenta a “visão original” de Coppola e o roteirista e autor da série de livros Mario Puzo para o final. Há um título novo na jogada também e ele é bem extenso: “Mario Puzo’s The Godfather, Coda: The Death of Michael Corleone”.

No anúncio, Coppola escreve que a nova versão inclui um novo início e final para o filme e uma série de “rearranjos” de cenas, planos e trilhas, afim de providenciar junto da remasterização o que ele define como “uma conclusão mais apropriada para ‘O Poderoso Chefão’ e ‘O Poderoso Chefão II'”. As informações da restauração indicam que são 50 novos planos adicionados, todos passados por um novo escaneamento em 4K da película e uma remixagem do som na qualidade 5.1.

Embora não seja a primeira vez que Coppola remonta um de seus filmes (ele nos últimos tempo debutou novos cortes de “Apocalypse Now” e “Cotton Club”), esta é a primeira ocasião em que ele resolve revisitar a série da família Corleone. E começar pelo terceiro capítulo não acontece por acaso, dado que o longa é de longe o mais divisivo da série, com o público e a crítica até hoje nutrindo críticas sobre algumas performances (em especial de Sofia Coppola) e parte dos rumos tomados na história.

Ainda que a pandemia coloque em cheque parte das metas, a Paramount planeja lançar essa versão do diretor de “O Poderoso Chefão III” em cinemas selecionados dos EUA durante o mês de dezembro, depois disponibilizando o material no meio digital e em mídia física. Por enquanto não há previsão para o resto do globo, mas vale lembrar que o corte “definitivo” de “Apocalypse Now” saiu no primeiro semestre no Belas Artes À La Carte.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link