dplnews_youtube_rewind2019_vr061219

YouTube cancela edição 2020 do Rewind porque o ano já foi difícil o suficiente

Decisão acontece porque "não soa correto" à plataforma celebrar um ano tão duro

por Pedro Strazza

Depois de dez anos ininterruptos de retrospectivas animadas (mesmo com algumas controversas), o YouTube anunciou nesta quinta (12) que não vai realizar a edição 2020 do YouTube Rewind.

A confirmação aconteceu nas redes sociais oficiais da companhia, que justifica a decisão alegando que o ano “foi muito diferente” e que “não soa correto continuar o show” como se nada tivesse acontecido. “Nós sabemos que o tanto de coisa boa que aconteceu em 2020 foi criado por todos vocês” escreve ainda o YouTube no comunicado, voltado à comunidade; “Vocês acharam formas de levantar a moral das pessoas, ajudá-las a lidar com o dia a dia e fazê-las rir. Vocês tornaram um ano difícil genuinamente melhor”.

Esta marca a primeira ocasião desde sua criação que o Rewind não acontece. Tributo da empresa aos criadores de conteúdo, tendências e momentos que definiram a plataforma nos últimos doze meses, o vídeo se tornou uma tradição no calendário do YouTube, mesmo que sendo bastante gongado nas últimas edições – é sempre bom lembrar que o vídeo de 2018, estrelado por Will Smith, se tornou um dos vídeos mais desgostados da história da plataforma.

Embora a alegação do YouTube seja a mais nobre possível, a decisão é no mínimo curiosa. Além de 2020 bem ou mal ter sido um ano de sucesso para a plataforma em termos de público, conforme a pandemia fez explodir lives e todo tipo de conteúdo. Por outro lado, a questão da infraestrutura pode ter sido um obstáculo intransponível na edição deste ano – um dos principais baratos do Rewind sempre foi a reunião de diferentes criadores de conteúdo em um mesmo espaço, afinal.

Como é de se esperar, o YouTube não deu qualquer informação sobre o status da edição 2021 do Rewind.

Compartilhe: