McDonald’s mostra que Natal impacta até aquele pré-adolescente que não quer mais ser criança

Animação traz conflito emocional entre pais e filhos lidando com o fim da infância

por Soraia Alves

Para o Natal 2020, o McDonald’s do Reino Unido traz uma abordagem que explora a relação entre pais e filhos pré-adolescentes, e como a época do Natal pode ser afetada nessa fase.

Produzido pela Leo Burnett London, a animação “Inner Child” captura a tensão silenciosa entre adolescentes que querem deixar a infância para trás, e pais que ainda não se acostumaram com a nova dinâmica natalina “menos infantil”. O conflito emocional está presente em ambos. O final, porém, é feliz, claro.

“Nossa história de Tom e sua mãe tem como objetivo reacender a magia do Natal no Reino Unido e na Irlanda neste inverno”, diz Michelle Graham-Clare, vice-presidente de menu e marketing do McDonald’s. “Aquele momento em que a dupla se reconecta sobre as guloseimas das renas, salvas da viagem pelo drive-thru, representa a verdade comum das crianças determinadas a crescer, mas arrebatadas pelo espírito festivo. Tenho certeza de que é um sentimento que será conhecido de muitas famílias”, conclui.

A trilha sonora do filme traz um cover da faixa “Forever Young”, da banda Alphaville e desta vez interpretada por Becky Hill. A cada download da música, o McDonald’s doará um valor à FareShare, instituição de caridade focada em evitar o desperdício de comida e diminuir a fome no mundo.

Compartilhe: