disney-parques-funcionarios

Disney demite 32 mil funcionários por impacto da pandemia em seus parques

Junto com as demissões, empresa está considerando medidas adicionais para manter suas finanças em dia, entre elas reduzir investimentos em conteúdo de cinema e TV

por Soraia Alves

De acordo com um relatório publicado pela Variety, a Disney planeja demitir cerca de 32 mil funcionários, a maioria deles ligada aos parques temáticos da empresa. As demissões devem acontecer ainda no primeiro semestre de 2021, e resultam do impacto da pandemia de Covid-19 nos negócios da empresa.

Em setembro deste ano, a Disney já havia anunciado a demissão de 28 mil funcionários. O que o novo relatório mostra é que esse número subiu em 4 mil pessoas. Junto com as demissões, a Disney diz que está considerando medidas adicionais para manter suas finanças em dia, entre elas reduzir os investimentos em conteúdo de cinema e TV, interromper os gastos de capital e liberar mais funcionários. Atualmente, 37 mil funcionários da empresa estão em licença desde 03 de outubro.

O anúncio das demissões vem depois de um ano difícil para os negócios da Disney, especialmente para os seus parques temáticos duramente afetados pela pandemia. Embora a Disney World, na Flórida, esteja funcionando seguindo as devidas restrições de higiene e segurança, a Disneyland California está fechada desde março e sem previsão de quando será reaberto.

Além dos problemas com os parques temáticos, a Disney também teve que lidar com adiamentos e alterações nos planos de lançamento para vários de seus conteúdos cinematográficos, o que levou a empresa a registrar perdas trimestrais este ano.

Compartilhe: