volvob98

Volvo deve vender apenas veículos elétricos a partir de 2030

CEO Hakan Samuelsson diz que ficaria surpreso se ainda produzisse motores de combustão interna no fim da década

por Matheus Fiore

O CEO da fabricante automobilística sueca Volvo, Hakan Samuelsson, afirmou que, por volta de 2030, é provável que a montadora esteja produzindo e comercializando exclusivamente veículos elétricos. “Eu ficaria surpreso se nós não estivéssemos entregando apenas carros elétricos em 2030”, afirmou Samuelsson no evento Financial Times Future of the Car Summit.

Apesar disso, a Volvo não deu informações sobre quando exatamente planeja abandonar a produção de motores de combustão interna, mas já planeja que a cada cinco vendas, uma seja de veículos elétricos este ano, e pelo menos 50% das vendas totalmente de carros elétricos até 2025. A promessa da Volvo é colocar ao menos um milhão de carros elétricos nas estradas até 2025.

“O próximo passo seria ter regras claras sobre quando precisamos parar de produzir o motor de combustão”, disse Samuelsson. “Depois de perceber que os motores a base de gasolina e diesel não fazem parte do futuro, é bem fácil perceber que você precisa rapidamente estar integrado ao novo mundo”, completou.

A Volvo tem investido bastante em modernização de seu catálogo de automóveis nos últimos anos. Ainda em 2018, quando veículos autônomos ainda soavam como algo futurista para todos, a empresa apresentou seis caminhões totalmente autônomos pela primeira vez. Os automóveis foram usados em uma empresa de mineração da Noruega, o que ajudou a Volvo a melhorar ainda mais as tecnologias por trás de seus modelos.

No ano seguinte, em 2019, a Volvo lançou seu primeiro veículo totalmente elétrico, além de ter prometido reduzir pegada de carbono drasticamente até 2025. Ali, a Volvo já definiu mais claramente seu objetivo: reduzir a pegada de carbono do ciclo de vida por carro em até 40% até 2025. A gigante do mercado automobilístico investe cada vez mais na tecnologia elétrica e autônoma, e tende a se tornar uma das referências quando seu projeto estiver concluído, na segunda metade da década.

Compartilhe: