1_dN2iScKw9pqG_hxmwqAG9A

Lista de coletivo apresenta 30 jovens que mudaram a publicidade durante pandemia

Publicação do Papel & Caneta contempla 11 homens e 19 mulheres que ajudaram a redirecionar meio durante os meses mais críticos da pandemia

por Pedro Strazza

O coletivo Papel & Caneta anunciou nesta terça (8) a quarta edição de sua lista anual de jovens que mudaram os rumos da indústria da comunicação brasileira. A publicação este ano volta a destacar 30 nomes, mas agora num contexto ainda mais complexo promovido pela atual pandemia, que trouxe todo tipo de tormenta ao mercado.

Entre os nomes se destaca pessoas como Felipe Silva, fundador da Escola RUA que é a primeira escola de publicidade gratuita do Brasil, e da dupla formada por Maria Fiuza e Ligia Fava, responsáveis pela reunião de 130 líderes do país e do mundo num esforço para auxiliar 130 estudantes afetados pela crise. “Uma das maiores dificuldades de criar um projeto de mudança é lidar com a solidão.” escreve na divulgação o idealizador do coletivo, André Chaves; “Em uma rotina tão difícil de driblar entre freelas e projetos da agência, fazer com que cada pessoa saiba que ela não está sozinha acaba dando forças e abrindo portas para colaborações no futuro”.

Além da lista, o Papel & Caneta também voltou a realizar este ano um encontro de todos os nomes contemplados pelo projeto. O grupo formado por 11 homens e 19 mulheres se encontrou a partir de uma reunião no Zoom, que contou com o apoio da FLAGCX e da produtora Santa para possibilitar o compartilhamento de jornadas e a discussão de formas de apoio durante este momento difícil. O resultado pode ser conferido no filme abaixo:

Você pode conferir abaixo a lista completa de nomes incluídos na lista do Papel & Caneta e suas respectivas ações. Mais detalhes sobre as iniciativas e as justificativas de cada escolha podem ser conferidos no post oficial no Medium.

Matheus Silva: criador do vídeo “Cara Gente Branca do Mundo da Comunicação”, que expõe de forma didática o elitismo e o racismo do mercado;
Amanda Abreu, Daniele Mattos e Verônica Dudiman: responsáveis pela consultoria Indique uma preta, que cuidou do lançamento do programa de trainee para jovens negros do Magazine Luiza e preparou a pesquisa “Potências (in)visíveis: a realidade da mulher negra no mercado de trabalho”;
Denise Saito: criadora do Freela School, iniciativa que busca profissionalizar a atividade freelancer de um jeito leve e descomplicado;
Felipe Silva: idealizador da escola RUA, primeira escola de publicidade gratuita do país com foco em jovens moradores de regiões periféricas;
Bruna Porto e Amanda Damaris: responsáveis pelo projeto #BlackIn, que fez os principais líderes da publicidade cederem seu espaço no LinkedIn a profissionais negros desempregados pela pandemia;
Maria Fiuza e Ligia Fava: criadoras do Tapa na Quarentena, que ajudou 130 estudantes a montarem seu portfólio;
Lucas Schuch: responsável pela pesquisa “Home Office: tá bom para todo mundo? Mesmo?”;
Ketyanne Silva: criadora do Planilhas de Pretos, plataforma que mapeia e ajuda pessoas negras a se conectarem;
Camila Rodrigues: fundadora do PorTips, perfil no Instagram voltado a mulheres criativas com objetivo de acolher, encorajar e falar sobre temas relacionados à área;
Tiago Tuiuiú: responsável pelo Projeto Quadros, áudio-documentário sobre os danos da meritocracia;
Marianna Souza: comanda o Corta!, movimento criado em 2017 para unir profissionais na luta contra o assédio no mercado audiovisual;
Letícia Rodrigues, Irina Didier e Flávio Salcedo: criadores do PerifaLions, concurso que mira ampliar oportunidades e visibilidade para estudantes dos cursos de Comunicação Social e Design das periferias;
Gláuber Sampaio: fundador do Aprender Design, escola remota que ensina base fundamentais de projetos de design;
Gustavo Borges: denunciou a ausência de pessoas negras no júri do Brasil Design Awards deste ano;
Daniela Arrais: criadora da série de vídeos do IGTV “Fala que eu não te escuto, impostora”, sobre a síndrome de impostor, e do curso Criar (s)em crise;
Guilherme Dresch, Gustavo Novais, Júlia Teodoro, Marcelo Honorio, Larissa Araújo, Laise Alves, Tamiris Cruz, Igor Pinheiro e Larissa Santos: idealizadores do podcast AfroPausa.

Compartilhe: