bondb9

MGM estuda venda do estúdio por US$ 5 bilhões

Empresa tem grandes ativos como a franquia James Bond e já está recebendo propostas

por Matheus Fiore

A pandemia do novo coronavírus trouxe uma crise que, claro, também afetou de forma pesada os estúdios de Hollywood. Agora, a MGM está cogitando negociar seu próprio negócio, que está avaliado em mais de US$ 5 bilhões, segundo o The Wall Street Journal.

A empresa já teria começado o processo formal de por tudo à venda, de acordo com as fontes do WSJ. A MGM possui um gigantesco catálogo de filmes e programas de TV que ela produz ou distribui, incluindo a franquia “Rocky” e sucessos como “Legalmente Loira” e “Nasce Uma Estrela”, que também poderiam ser lucrativos em possíveis vendas pois de tempos em tempos ganham continuações ou remakes. O grande destaque desse catálogo, porém, é a franquia “007”.

Segundo o Business Insider, potenciais compradores já manifestam seu interesse desde o início da pandemia, em março. Esta não é, porém, a primeira vez que a MGM é cogitada ser posta a venda. Em 2016, a empresa quase foi negociada um comprador chinês por US$ 8 bilhões. Seria uma das grandes vendas da história do mercado hollywoodiano, que tem sido muito movimentado desde que a Disney adquiriu os direitos da Marvel, de “Star Wars” e da Fox

Os problemas financeiros relacionados ao novo filme da saga, “007: Sem Tempo Para Morrer”, tem um imenso impacto nas finanças da MGM. Em março, foi noticiado que o prejuízo do adiamento do filme poderia ultrapassar US$ 50 milhões. Agora, o lançamento de “Sem Tempo Para Morrer” ainda é um assunto indefinido e o futuro da série parece estar sob ameaça, já que sem saber quem seria o comprador, é impossível prever o que será feito com as franquias em andamento e com os filmes já finalizados.

Compartilhe: