Company and Bank images After China Leadership Shift
Imagem: Signage is displayed outside the Baidu Inc. headquarters in Beijing, China, on Monday, Nov. 12, 2012. Baidu is the owner of China’s most-used search-engine. Photographer: Tomohiro Ohsumi/Bloomberg via Getty Images

Até a Baidu vai investir no mercado de carros elétricos

Iniciativa é tocada junto da montadora independente Geely, mas quem terá o controle acionário da companhia é o buscador

por Pedro Strazza

O buscador chinês Baidu vai investir no setor de carros elétricos em parceria com a maior montadora independente local, a Geely. A informação vem da Reuters, que afirma que a iniciativa será conjunta entre as duas empresas – enquanto a Baidu cuida dos softwares envolvidos nos veículos, a Geely cuidará do hardware.

A entrada da Baidu na área é mais uma ampliação da aposta da empresa no setor de transportes, dado que desde 2017 ela toca projetos de desenvolvimento de direção automatizada e atualmente é a companhia chinesa que mais investe em carros autônomos. Apesar da parceria com a Geely, é o buscador quem terá a maioria das ações do novo negócio e portanto será responsável pelo comando.

A iniciativa também emula os passos de outros gigantes chineses como a Alibaba e a Didi Chuxing, que aumentaram gastos com iniciativas de carros elétricos em vista do interesse do governo em acelerar o desenvolvimento de transportes ecossustentáveis – com direito a Pequim mostrando interesse contínuo de instaurar uma proibição relativa a carros movidos a combustão. Enquanto a plataforma de e-commerce formou uma joint venture com a SAIC, maior montadora do país, a Didi Chuxing já há um tempo trabalha com a BYD para produzir veículos do segmento.

Do lado da Geely, o negócio com a Baidu é mais um projeto grande da companhia que já possui a Volvo e trabalha em parceria com a Daimler da Mercedes-Benz.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link