rmb9

Criptoarte de cocriador de “Rick & Morty” é vendida por R$ 800 mil

Desenho original de Justin Roiland foi vendido em plataforma da exchange Gemini, dos irmãos Winklevoss

por Matheus Fiore

Justin Roiland, cocriador do seriado “Rick & Morty”, um dos maiores sucessos do Adult Swim na última década, teve uma criptoarte com os dois protagonistas da série animada vendida na galeria de arte digital Nifty Gateway por US$ 150 mil dólares (R$ 800 mil reais).

Chamada “The First Ever Edition Of Rick And Morty Cryptoart” (ou “A Primeira Edição da História de uma Criptoarte de Rick & Morty”), a obra foi tokenizada (processo que assegura segurança de dados) e leiloada pela plataforma que pertence à exchange Gemini, dos irmãos Winklevoss (aqueles mesmos, que foram interpretados por Armie Hammer no filme “A Rede Social”).

Parte da coleção “The Best I Could Do” (“O Melhor que eu Poderia Fazer”), a obra é categorizada como NFT Art, que são as obras representadas por tokens não-fungíveis (NFT). Os NFTs são tokens únicos, registrados em blockchain e com informações protegidas e únicas. Com o recurso de segurança aplicado, essas obras são criptografadas e, portanto, não podem ser trocadas ou copiadas. Tal processo garante exclusividade, como se fosse um selo de originalidade para a obra.

Outra obra de Roiland também está sendo leiloada online. No caso, trata-se de um desenho inspirado em “Os Simpsons”, que já possui lances de mais de US$ 180 mil dólares (na cotação atual, a obra deve ser vendida por um valor superior a R$ 1 milhão).

Compartilhe: