discordb9 Imagem: Reprodução/Discord

Discord baniu mais de 2 mil servidores extremistas no 2° semestre de 2020

Trinta mil contas foram banidas por infrações semelhantes; 344 dos servidores tinham ligação com o grupo QAnon

por Matheus Fiore

O Discord divulgou seu último relatório de transparência, relativo ao período do segundo semestre de 2020. A empresa revelou ter banido 2212 servidores de sua plataforma que apresentavam conteúdo violento ou extremista, como o grupo Boogaloo Boys, uma milícia americana de extrema-direita. Baseado em suas diretrizes de uso, o Discord também deletou mais de 30 mil contas por infrações semelhantes.

Para analisar o impacto do que foi feito, é interessante por os números em perspectiva. Ao todo, o Discord removeu 27.410 servidores e 266.075 contas na segunda metade do ano passado. O número de servidores banidos por conteúdo violento ou extremista cresceu assustadores 93% se comparados com o período de janeiro a junho de 2020.

A empresa atribui o alto número de grupos extremistas na plataforma ao crescimento de grupos e movimentos extremistas em todo o mundo. O famoso grupo de extrema-direita QAnon, por exemplo, tinha conexão com 334 dos servidores banidos. “Nós continuamos a acreditar que não há espaço no Discord para grupos que se organizem ao redor de ódio, violência ou ideologias extremistas”, afirmou a empresa no relatório.

Tendo primeiro estourado como a plataforma perfeita para o mundo gamer, o Discord é um dos principais apps de conversas por voz, texto e vídeo. Com a pandemia, a empresa teve um salto ainda maior, e já começou a trabalhar para expandir seus serviços e ir além do mercado gamer. É elogiável, portanto, que a empresa ainda se preocupe em crescer mantendo em sua rede um ambiente saudável e minimamente respeitoso, enquanto tantas outras plataformas das redes sociais ainda atuam lentamente para remover conteúdo extremista.

Compartilhe: