a562ce4a8830644d2b80a1bec05324e8
Imagem: Reprodução/Jacob Polychronis & AFP

Morre a inesquecível: Superliga europeia está cancelada

Chelsea e Manchester City abandonam o barco e projeto está desligado (pelo menos por ora)

por Matheus Fiore

O principal assunto da última semana no esporte mundial parece ter chegado a um final feliz para os fãs de futebol: a Superliga europeia, idealizada por 12 dos maiores clubes do futebol europeu, está cancelada. Segundo o TalkSport, a decisão foi tomada após os ingleses Chelsea e Manchester City desistirem oficialmente da ideia ao ver a reação extremamente negativa dos rivais, federações e, principalmente, torcedores.

Uma sucessão de acontecimentos fez com que a Superliga fosse abandonada. Além dos inúmeros protestos de torcedores dos mais variados clubes na Europa – que se intensificaram na Itália e, principalmente, na Inglaterra, onde os seis clubes mais poderosos participaram do projeto desde sua origem –, as críticas chegaram. afazer efeito internamente nos clubes.

O Manchester United, um dos principais clubes da Europa e o maior da Inglaterra ao lado do Liverpool, enfrentou críticas de grandes ídolos como Alex Ferguson e Gary Neville. Hoje, O Diretor Executivo do clube de Manchester, Ed Woodward, renunciou ao cargo após ver o tamanho do problema.

Sem o apoio nem dos torcedores, nem das federações – a FIFA, a UEFA e as federações nacionais chegaram a ameaçar banir os clubes envolvidos no projeto de suas competições –, e nem mesmo das gigantes que transmitem os principais campeonatos, ficou difícil manter o projeto. Já nos últimos capítulos da curta novela, a Amazon, que na Inglaterra transmite a Premier League, afirmou que nem tentaria participar de uma eventual licitação pela exibição do torneio.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link