OMA-Miami-Beach-Underwater-Sculpture-Park-Reefline-Shohei-Shigematsu-my-modern-met-1
Imagem: OMA

Miami Beach vai inaugurar parque de esculturas subaquáticas que também protegem vida marinha

The Reef Line busca criar novo espaço turístico enquanto protege a vida marinha local e tenta frear a subida do nível do mar

por Pedro Strazza

Miami Beach entre outras coisas é famosa pela rica cena artística urbana, mas agora a administração se prepara para levar esta reputação para debaixo d’água. A cidade litorânea dos EUA pretende abrir ainda este ano a The Reef Line, um literal parque de esculturas subaquático que serve tanto como atração turística quanto como programa de conservação dos ecossistemas locais.

Previsto para ocupar 11 quilômetros do litoral da cidade e desenvolvido pela firma de arquitetura OMA com amplo envolvimento de biólogos marinhos, engenheiros e pesquisadores, a instalação busca criar um ambiente que reduz o crescimento do nível do mar na região e os danos feitos a corais locais. O projeto inclui além de esculturas um caminho para mergulhadores e uma barricada que deve ajudar os visitantes a ficarem seguros de embarcações que trafeguem pelo local.

A ideia é que a Reef Line (em português linha de recifes) seja inaugurada em fases ao longo dos meses, com a fase um planejando lançamento para o próximo mês de dezembro. De acordo com o My Modern Met, esse primeiro “estágio” do projeto conta com obras de Leandro Erlich, artista conceitual que replicará uma instalação anterior sua de um trânsito de carros e caminhões com areia entre os corais – agora com os veículos representando a vida marinha em risco.

Você pode conferir algumas artes conceituais da instalação abaixo:

A The Reef Line foi comissionada pela presidente da BlueLab Preservation Society, Ximena Caminos, e ainda não tem divulgado datas paras as outras fases de seu espaço.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link