fbpx
1_I1WGNBYiy9AqEHdH4S7v_g
Imagem: Divulgação

HBO Max será lançado na América Latina no dia 29 de junho

Serviço de streaming também terá transmissões da Champions League e vai disponibilizar lançamentos da Warner 35 dias depois da estreia nos cinemas

por Pedro Strazza

Depois de confirmar os planos de expansão em fevereiro, a WarnerMedia anunciou nesta quarta (26) que o HBO Max será lançado na América Latina e no Caribe no próximo dia 29 de junho. Como reportado anteriormente, o continente será o primeiro fora dos Estados Unidos a receber acesso ao serviço de streaming.

Além da data, a companhia também divulgou que junto das 15 mil horas de conteúdo já confirmadas a plataforma também contará com transmissões esportivas da TNT Sports – incluindo a Champions League – e acesso antecipado aos lançamentos da Warner nos cinemas. Nesta última, porém, há uma mudança em relação ao que acontece já há seis meses nos EUA: ao invés da estreia simultânea, as produções para cinema do estúdio serão disponibilizadas no Max da América Latina 35 dias depois de passar exclusivamente nas telonas.

Em termos de preço, o valor de assinatura mensal do streaming no Brasil será de 28 reais, mas quem já assina os canais da HBO na TV a cabo terá acesso sem cobrança adicional e a companhia confirmou descontos progressivos para planos trimestrais e anuais – o plano família fica 20 reais por mês pago pelo ano, por exemplo. Haverá possibilidade de teste gratuito por 7 dias e alguns episódios estarão disponíveis para consumo gratuito por quem não assina.

Na experiência, o streaming vai contar com dois planos de assinatura. O plano família – que conta com o valor citado acima – vai permitir 3 acessos simultâneos e direito a criação a 5 contas personalizadas, com permissão a acesso a reprodução em resolução 4K. O individual, enquanto isso, vai permitir acesso único por celular e tablets sem acesso ao 4K por 19,97 reais no plano mensal.

Junto deste primeiro passo, a Warner também garantiu que o serviço chega para 21 países da Europa até o fim de 2021, incluindo Espanha, Portugal, os países nórdicos e alguns territórios da Europa Central.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link