google-orgulho-lgbtqia
Imagem: Divulgação/Google

Google apresenta ações especiais para o Mês do Orgulho LGBTQIA+

Novidades incluem soluções tecnológicas para saber se estabelecimentos possuem banheiros para gênero neutro, e controles para lembranças no Google Fotos serem mais inclusivas

por Soraia Alves

A partir desta semana, o Google vai promover uma série de ações em comemoração ao Mês do Orgulho LGBTQIA+. As novidades incluem soluções tecnológicas, como o recurso do Maps e Busca que permite saber se o estabelecimento possui banheiros para gênero neutro, e controles mais detalhados para que as lembranças mostradas no Google Fotos sejam mais inclusivas.

O Google também vai oferecer US$ 4 milhões para apoiar comunidades LGBTQIA+ de todo o mundo, incluindo um fundo de auxílio econômico inédito. Entre os beneficiados está a organização brasileira Casa das Pretas-Coisa de Mulher. Já a segunda edição da Parada Virtual do Orgulho LGBTQIA+ de São Paulo terá muitas atrações e transmissão simultânea em 13 canais no YouTube.

Apoio à comunidade LGBTQIA+ durante a recuperação

Para apoiar a comunidade LGBTQIA+ na recuperação econômica, o Google terá o Fundo Emergencial Global LGBTQIA+ contra a Covid-19, que oferecerá US$ 2 milhões para a comunidade por meio da OutRight Action International, organização não governamental de combate a violações e abusos dos direitos humanos contra lésbicas, gays, bissexuais, transgêneros e intersexuais. O valor vai apoiar 100 organizações de mais de 60 países ao longo do próximo ano.

No Brasil, uma das beneficiárias é a Casa das Pretas da ONG Coisa de Mulher, instituição que desenvolve ações interseccionais entre gênero, raça e pobreza por meio de espaços de acolhimento.

Além disso, para impulsionar o trabalho global da OutRight em defesa dos direitos LGBTQIA+, o Google vai oferecer US$ 1 milhão em Ad Grants.

Em parceria com a organização GLAAD (Gay & Lesbian Alliance Against Defamation), o Google atende a opiniões e sugestões e lança controles mais detalhados no Google Fotos para que as lembranças mostradas nas fotos sejam mais inclusivas. O usuário tem mais autonomia para personalizá-las, editando o nome das memórias e apagando registros indesejados.

Já no Google Maps e na Busca, é possível verificar se um estabelecimento comercial conta com banheiros de gênero neutro. A informação fica localizada na seção Comodidades e os perfis comerciais podem adicionar se seus estabelecimentos oferecem a opção do banheiro neutro de gênero. Essa novidade se soma a um recurso já existente, que mostra se lojas e restaurantes se identificam como inclusivos com a comunidade LGBTQIA+ e seguros para trans . Esse tipo de informação é fundamental para que a comunidade encontre locais seguros e acolhedores.

Parada do Orgulho LGBTQIA+ 2021

No Brasil, a segunda edição 100% virtual da maior Parada do Orgulho LGBTQIA+ do mundo será transmitida simultaneamente em 13 canais no YouTube em 06 de junho, a partir das 14 horas. Neste ano, a Parada Virtual do Orgulho LGBTQIA+ de São Paulo conta com um cenário que remete ao palco clássico do evento físico. Em um estúdio que imita um trio elétrico andando pela Avenida Paulista, os criadores Fih e Edu, do canal Diva Depressão, receberão atrações musicais para entrevistas e shows exclusivos para o público em casa.

A dupla também contará com uma equipe de outros 11 criadores como hosts do evento. São eles: Alberto Pereira Jr., Bielo, Jean Luca, Linn da Quebrada, Lorelay Fox, Louie Ponto, Lucas Raniel, Mandy Candy, Nátaly Neri, Spartakus e Tchaka.

A transmissão terá duração de oito horas e será exibida simultaneamente nos canais dos YouTubers, da Dia Estúdio, da Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo (APOLGBT/SP) e do YouTube Brasil. A audiência também poderá participar ao vivo do evento, enviando fotos e relatos usando a hashtag #ParadaSPaoVivo.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link