beatlesb9
Imagem: Bruce McBroom/Apple Corps

Documentário de Peter Jackson sobre os Beatles vira série de 6 horas

Mudança ocorreu pelo fato de Jackson ter se empolgado e restaurado em torno de 60 horas de imagens inéditas, que agora chegam no feriado de Ação de Graças dos EUA

por Matheus Fiore

Originalmente planejado para ser lançado nos cinemas em agosto, o filme “The Beatles: Get Back”, de Peter Jackson (“O Senhor dos Anéis”), está sendo remodelado e remarcado para novembro, quando será exibido como série em três partes. A mudança se deu por um fato curioso: Jackson restaurou tanto material inédito do lendário quarteto inglês, que o que originalmente era um filme, agora será uma série de 6 horas de duração.

Cada parte terá aproximadamente duas horas, e a série documental traz imagens da banda no estúdio, mostrando John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr durante conversas informais, trabalho e processo criativo e até mesmo discussões. Segundo o IndieWire, a série terá até mesmo imagens raras da última apresentação da banda, no terraço do prédio da Apple Corps, empresa fundada pela banda.

“Como o grande fã dos Beatles que sou, eu estou absolutamente empolgado que o Disney+ será a casa dessa extraordinária série em documentário desse lendário cineasta que é Peter Jackson”, disse Bob Iger, presidente da The Walt Disney Company. “Essa coleção fenomenal de imagens nunca vistas nos oferecem um olhar sem precedentes sobre a camaradagem, as composições geniais e o impacto inquestionável de uma das bandas mais icônicas e culturalmente influentes de todos os tempos”, completou.

Segundo a sinopse, o foco do documentário é o período preparativo para o último show da banda, mostrando desde o processo de composição da música até os ensaios de 14 músicas que, até então, eram inéditas. As faixas acabaram sendo lançadas nos dois últimos álbuns dos Beatles: “Abbey Road” e “Let it Be”.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link