fbpx
facebookliveaudiorooms
Imagem: Divulgação

Facebook lança seção de podcasts e sua versão do Clubhouse nos Estados Unidos

Enquanto aba de podcasts busca integração com páginas e linha do tempo, Live Audio Rooms permite até 50 palestrantes e infinitos ouvintes dentro da plataforma

por Pedro Strazza

O Facebook nesta segunda (21) começou a disponibilizar nos Estados Unidos duas novas seções que vinha prometendo já há algum tempo. A primeira delas é o Live Audio Rooms, sua “versão” do Clubhouse que está em desenvolvimento desde fevereiro, que será liberada para alguns influenciadores e figuras públicas a partir de hoje para criação e realização de espaços de conversa em áudio ao vivo. Já a outra é a aba de podcasts, que vem com previsão de ligação direta com páginas oficiais das produções inscritas.

No caso das “salas de áudio ao vivo”, o Facebook confirma que a novidade poderá ser acessada tanto do iOS quanto do Android e que os espaços criados comportam até 50 “palestrinhas” por vez – o número de ouvintes por sua vez é infinito, um diferencial e tanto dos concorrentes. Além disso, o Live Audio Rooms conta com sistema de notificações para quando amigos participarem de salas, transcrição ao vivo e alguns recursos de participação, incluindo reações ao vivo e pedidos de participação nas conversas.

Do lado dos hosts, a plataforma vai permitir que quem sedia as salas controle a entrada de participantes e possa criar chats privados, bem como ligar o espaço a potes de doação para ONGs e entidades sem fins lucrativos. Todas essas ferramentas estão também no Clubhouse, o que só reforça o interesse de brigar pelo espaço no mercado.

Já a seção de podcasts é mais pragmática nas possibilidades e segue o que já havia sido divulgado na semana passada. O Facebook garante que o público pode ouvir episódios tanto enquanto navega pela rede social quanto na página inteira com inúmeras opções de reprodução (inclusive tela desligada). Os programas poderão ser localizados e compartilhados nas páginas próprias e na linha do tempo, com capítulos se comportando como publicações tradicionais da rede, e a equipe garante que ainda este ano lança um recurso de live caption e de edição e compartilhamento de clipes pro formato.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link