fbpx
trumpb9
Imagem: Jonathan Ernst/Reuters

Donald Trump vai processar Facebook, Twitter e Google por banimentos

Acusação é baseada em argumentos jurídicos que são considerados inválidos

por Matheus Fiore

O ex-presidente americano Donald Trump decidiu que vai processar o Facebook, o Twitter e o Google, bem como seus respectivos presidentes Mark Zuckerberg, Jack Dorsey e Sundar Pichai. Os processos foram anunciados apenas seis meses após Trump ser banido definitivamente ou temporariamente das plataformas – no caso do Google, o YouTube, que pertence ao mesmo Alphabet.

O próprio Trump anunciou que está entrando com os processos em uma conferência para a imprensa. Ele se refere aos casos como uma mudança muito importante para o país. A acusação é baseada em argumentos jurídicos que são considerados inválidos, já que o próprio Trump tentou algumas vezes reverter as decisões das empresas e fracassou.

Com a alegação de que os banimentos e suspensões violam a constituição, Trump pretende voltar a ter grandes canais de comunicação nas principais plataformas da internet. Os banimentos aconteceram após o atentado terrorista do Capitólio, que foi incentivado e defendido por Trump.

Vale lembrar ainda que Trump só está tentando voltar para as grandes redes pois, ao ser banido delas, tentou manter-se relevante por meio de um blog próprio, mas que não obteve sucesso. O blog From the Desk of Donald J. Trump (ou “Da Mesa de Donald J. Trump”) foi lançado no dia 4 de maio com a proposta de ser a principal plataforma de comunicação do ex-presidente, mas nunca teve o mesmo alcance que suas contas nas redes sociais tradicionais e acabou deletado.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link