Grafites do Beco do Batman ganham versão em realidade aumentada
Imagem: Divulgação Midiadub/Bugre

Grafites do Beco do Batman ganham versão em realidade aumentada

A experiência valoriza obras de artistas de rua consagrados de São Paulo

por Carolina Firmino

Um aplicativo de realidade aumentada vai permitir a releitura de cinco grafites presentes no Beco do Batman. Com movimento e volume em um ambiente tridimensional, o Beco Expandido oferece interação e dá vida à arte urbana. O projeto é uma iniciativa do estúdio criativo Midiadub (formado por Gabriel Santos, Arthur Boniconte e André Mattos) e tem o objetivo de potencializar a experiência artística pelas ruas de São Paulo.

Por ser uma das capitais mundiais do grafite, com artistas locais internacionalmente reconhecidos, a cidade atrai muitos turistas que visitam vielas, becos, ocupações, empenas, espaços e equipamentos públicos, estejam eles em locais centrais ou periféricos. Pensando nisso e considerando a efemeridade da arte urbana, os responsáveis pelo Beco Expandido decidiram oferecer uma nova visão aos espectadores.

André Mattos, diretor técnico do aplicativo, diz que o foco é “colocar a experiência do usuário em primeiro lugar, valorizando a estética, contemplatividade e interatividade”. Assim, outro destaque é a possibilidade do acesso tridimensional das obras a partir de outras localidades, o que significa que o usuário poderá ver como o grafite ficaria na sala de casa, por exemplo:

Grafite “Sem título”, de Bugre, acessado de outra localidade

O app será lançado na quinta-feira (11) e estará disponível para Android e iOS. As obras reconstruídas em 3D e animadas estarão identificadas sobre um mapa do beco e são elas: “Carpa flores e abelhas”, de Binho Ribeiro; “A espreita”, de Tikka; “Quintessência”, de Highraff; “ReDesconstrução :)”, de Enivo; e “Sem título”, de Bugre.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link