fbpx
Afropunk
Imagem: Reprodução Afropunk

AfroPunk: festival internacional de cultura negra acontece no Brasil pela primeira vez

O destaque fica para as performances de Mano Brown, Margareth Menezes, Tássia Reis, Luedji Luna, Urias e muito mais

por Carolina Firmino

No próximo sábado (27), a cidade de Salvador (BA) recebe o AfroPunk, um dos maiores festivais de cultura negra do mundo. Com plateia reduzida e transmissão global pelo YouTube e site do evento, o destaque fica para as performances de Mano Brown, Margareth Menezes, Tássia Reis, Luedji Luna, Urias e muito mais. O festival foi anunciado em 2019, mas, como tantos eventos, passou pelo processo de adiamento por conta da pandemia de Covid-19.

Na cadeia produtiva para a realização do festival, marcas como Coca-Cola, Devassa e Nubank se une  à edição como  patrocinadoras. “Acreditamos que apoiar organizações e eventos de impacto cultural e social como o AfroPunk é extremamente importante para valorizar e celebrar a trajetória das comunidades envolvidas, além de incentivar seu protagonismo”, afirma Arturo Nuñuz, CMO do Nubank.

Monique Lemos, pesquisadora e curadora de conteúdos do AfroPunk no Brasil relata o desafio de realizá-lo no país, mas lembra que ele é “diretamente proporcional à importância desta celebração”. A direção musical do evento é de Ênio Nogueira.

Os ingressos custam R$ 55 e 100% do lucro das vendas será revertido para o Quabales, um projeto que acontece em Nordeste de Amaralina, um bairro de Salvador, e é idealizado pelo músico Marivaldo dos Santos. O principal objetivo do Quabales é a inclusão social e profissional de crianças, adolescentes, jovens e adultos, por meio da música, da arte e da cultura como ferramentas para o combate às drogas e à violência.

Para acompanhar o AfroPunk de forma presencial, será necessário apresentar o certificado de ciclo vacinal completo, além do uso de máscara obrigatório.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link