MUBI compra The Match Factory, importante produtora e distribuidora de cinema independente global
esOyr2JE2mpvNpNZLqszRSnrnap
Imagem: Divulgação

MUBI compra The Match Factory, importante produtora e distribuidora de cinema independente global

Empresa está por trás de grandes sucessos do circuito de festivais como "Valsa com Bashir", "Drive My Car", "Memoria" e "Toni Erdmann"

por Pedro Strazza

Que a MUBI estava ampliando os investimentos de produção e distribuição já era sabido, mas a companhia pegou todo mundo de surpresa nesta sexta-feira (14) ao anunciar a aquisição da The Match Factory, uma das principais produtoras e representantes de cinema independente no mundo hoje. Valores da compra não foram divulgados ao público.

De acordo com a Variety, o acordo de compra vale tanto para a distribuidora quanto para o braço de produção da empresa, o The Match Factory Productions, e representa uma expansão agressiva da companhia no mundo. Enquanto a Match Factory está prevista para manter seus escritórios em Berlim e Colônia, na Alemanha, ela também deve ganhar representação em Londres (onde está a sede da plataforma) e novos escritórios em Nova York e Los Angeles. Em termos de produção, nada muda no gerenciamento e nos projetos tocados, que segundo o Screen Daily no momento incluem filmes de gente do porte de Christian Petzold, Fatih Akin e Marco Bellochio no agenciamento e Joshua Oppenheimer na produção.

O negócio é inesperado dado a presença atual da Match Factory no mercado de cinema. Desde 2006 atuando na distribuição e a partir de 2013 na produção, a companhia já foi representante de títulos importantes do circuito como “Valsa com Bashir”, “Toni Erdmann” e o vencedor da Palma de Ouro “Tio Boonmee, Que Pode Recordar Suas Vidas Passadas”, além de ter sido vital no financiamento de longas como “Memoria” e “Martin Eden”. Não bastando isso, a companhia está por trás no momento de um dos possíveis candidatos ao Oscar de Melhor Filme deste ano, o japonês “Drive My Car”.

Apesar do choque, a aquisição não marca a primeira ocasião em que a MUBI e a Match Factory firmam algum tipo de relação, dado que a plataforma de streaming mantém no momento alguns vários acordos de distribuição com a firma. No Brasil, isso inclui o austríaco “Great Freedom” e o já citado “Memoria”.

Na divulgação oficial do acordo, o diretor geral da Match Factory, Michael Weber, escreve que as duas empresas “compartilham a mesma visão e paixão por cinema” e que admira a MUBI por ganhar novas audiências e “criar uma história de sucesso impressionante e sustentável”. “Nossas forças combinadas vão abrir novas oportunidades para gestar o futuro para o cinema que amamos” finaliza o executivo.

Do lado da MUBI, a compra faz todo o sentido dado o histórico recente de aquisições e distribuições maiores que a plataforma assumiu, coroadas no último Festival de Cannes onde o serviço se tornou a base de títulos como o vencedor da Palma “Titane” e o suspense islandês febre da internet “Lamb”. Enquanto a companhia já financia algumas produções desde 2019, ter à mão a Match Factory deve dar um impulso gigante no mercado competitivo em que se insere.

Compartilhe:
icone de linkCopiar link