Virada Sustentável

por Saulo Mileti

Confesso que esse papito de sustentabilidade em prol (da grana no bolso?) de um mundo melhor já me cansou. Com o tempo a minha impressão mudou muito e passei a ver esse tema como “a atual bandeira” que os espertalhões de plantão levantam para associar uma empresa, um serviço ou um projeto como contemporâneo, bacana, antenado e preocupado com as questões da nossa sociedade. Mas que na verdade mesmo, só usa isso como um selo para angariar ainda mais capital de nós: pobres mortais. No entanto, fui surpreendido por um movimento que promete não só falar sobre sustentabilidade, mas ensinar, trocar experiências e difundir tudo isso usando diversas ferramentas, como dança, exposições, instalações, música, oficinas, palestras, teatro e muito mais.

É a Virada Sustentável, que acontece em São Paulo dia 4 e 5 de junho (esse final de semana), com mais de 450 atrações/atividades espalhadas pela cidade. E você pode conferir essa lista no site do projeto: www.viradasustentavel.com. Mas sabe qual é a melhor parte?

É TUDO DE GRAÇA!

Abaixo o vídeo do projeto e um texto (deles) contando um pouco mais:

“A Virada Sustentável é um evento cultural que reúne atrações (música, teatro, dança, instalações, exposições) que têm a sustentabilidade e seus diferentes temas (mudanças climáticas, biodiversidade, água, reciclagem, diversidade, direitos humanos, mobilidade urbana etc) como conteúdo principal. Realizada pela empresa Virada Sustentável Eventos, em parceria com o poder público local, empresas patrocinadoras e organizações da sociedade civil, a Virada Sustentável é um movimento sem fins lucrativos, que além de promover atrações gratuitas e abertas ao público, estimula e acolhe ações e eventos paralelos aderentes ao conteúdo proposto.

Funciona também como um laboratório de práticas sustentáveis nas cidades por onde passa, estimulando governos e empresas locais a adotarem soluções sustentáveis em temas como mobilidade urbana (caminhada, bicicleta e uso do transporte público), inclusão de pessoas com deficiência (acessibilidade, necessidades especiais) e empoderamento do espaço público (parques e praças).

A Virada Sustentável se compromete a gerir de maneira responsável seus próprios impactos ambientais (compensação de emissões, gestão de resíduos, incentivo à reciclagem), em parcerias estabelecidas com empresas e agentes reconhecidamente capacitados para essa função. Apartidária e independente de grupos políticos ou interesses econômicos, a Virada Sustentável não aceita a participação direta de empresas ou entidades ligadas aos setores de álcool, tabaco e armamentos, em linha com princípios de responsabilidade social internacionalmente aceitos.

Todas as questões éticas e morais, bem como parcerias e apoios estabelecidos, conteúdo de atrações e estratégias de atuação são submetidas e debatidas pelo Conselho Curador formado por especialistas em sustentabilidade oriundos de diversos segmentos da sociedade.”

Compartilhe: